Informações sobre o álbums
  • editoria:Fotos
  • galeria: Conheça dez mitos (e curiosidades) da história da América Latina
  • link: http://educacao.uol.com.br/album/111005_mitos_americalatina_album.htm
  • totalImagens: 11
  • fotoInicial: 1
  • imagePath: http://ed.i.uol.com.br/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120126090704
    • América Latina [13525];
    • Especial Microsoft [58109];
Fotos
No livro "Guia Politicamente Incorreto da América Latina", os autores Leandro Narloch e Duda Teixeira tentam desmistificar alguns conceitos da história do subcontinente. Veja dez curiosidades selecionadas por Narloch para o <b>UOL Educação</b> Mais
<b>Tenochtitlán</b> -Quando os conquistadores espanhóis chegaram ao México, espantaram se com as escadarias das pirâmides astecas. Estavam manchadas de marrom-avermelhado -o sangue seco das vítimas dos rituais de sacrifício. Ao conquistar Tenochtitlán, uma das primeiras ações do conquistador Hernán Cortés foi mandar lavar os monumentos. Na foto, uma das pirâmides na região onde ficava a cidade EFE Mais
<b>Cuba</b> - Nos anos 50, pouco antes da revolução comunista em Cuba, as propriedades de americanos na ilha passavam de 1 bilhão de dólares. Pouco se fala que o contrário também ocorria: o imperialismo cubano nos Estados Unidos era de 500 milhões de dólares. Tendo em vista o tamanho dos países, o investimento cubano nos EUA é muito mais impressionante eVision Mais
<b>Comunismo</b> - Em julho de 1956, Fidel Castro, que seria o mais longo dirigente comunista do século 20, acusou o ditador cubano Fulgencio Batista de ser... comunista. "Qual é o direito moral que o senhor Batista tem de falar em comunismo, quando ele era o candidato presidencial do Partido Comunista nas eleições de 1940, quando seus slogans eleitorais se escondiam atrás da foice e do martelo?", escreveu Fidel à revista Bohemia Adalberto Roque/France Presse Mais
<b>Bolívar</b> - O libertador Simón Bolívar, hoje ídolo do presidente venezuelano Hugo Chávez, já teve admiradores do lado oposto do espectro político. O líder fascista italiano Benito Mussolini dizia que Bolívar era um "herói honesto, empurrado por uma energia incontrolável e às vezes cruel, semelhante à que animava aos primeiros conquistadores, digna de sua própria linhagem" AP Mais
<b>Haiti</b> - A colônia francesa de São Domingos, hoje Haiti, era um dos territórios mais ricos do planeta nas vésperas da Revolução Haitiana de 1791. Apesar do pequeno tamanho a colônia produzia 40% de todo o açúcar consumido no mundo durante boa parte do século 18 -uma produção maior até mesmo que a do Brasil, colônia com um território 300 vezes maior eVision Mais
<b>Revolução Haitiana</b> - No início da Revolução Haitiana, em 1791, Jean-François e Biassou (na imagem), líderes de grupos rebeldes, atacavam outros grupos de rebeldes negros para vendê-los como escravos para fazendeiros espanhóis Wikimedia Commons Mais
<b>Perón e os nazistas</b> - Em 1949, o presidente argentino Juan Perón teve um encontro amigável com o alemão Helmut Gregor, especialista em genética. "Ele me mostrou as fotos de um estábulo que tinha por ali onde todas as vacas pariam gêmeos". O cientista, na verdade, era um carrasco nazista disfarçado. Seu nome verdadeiro: Josef Mengele. Na foto, Perón e Eva, conhecida como Evita AP Mais
<b>Evita</b> - Na década de 1970, Perón se mudou para a Espanha com sua nova mulher, Isabelita. Evita (foto), morta em 1952, acompanhou o casal. Seu corpo embalsamado dormia no sótão da casa, diante de um pequeno altar Reuters Mais
<b>Pancho Villa</b> - Os soldados de Pancho Villa frequentemente entravam em batalhas chapados de maconha. A erva era tradicionalmente usada por índios da região e até então pouca gente pensava em proibi-la. Quando o grupo de Pancho invadiu uma fazenda do milionário da imprensa americana William Hearst, o cerco à erva ganhou força EFE Mais
<b>Allende e Pinochet</b> - Quem promoveu o militar Augusto Pinochet a chefe das Forças Armadas do Chile foi o próprio Salvador Allende. Em 1972, quando as políticas de Allende provocaram inflação, racionamento, protestos de estudantes e greves pelo país, Pinochet foi ágil ao reprimir as manifestações. Atraiu assim a confiança do presidente que seria deposto no ano seguinte AFP Mais

Conheça dez mitos (e curiosidades) da história da América Latina

Veja mais:

Últimos álbuns de Educação



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos