UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Proposta de Setembro de 2009

Como você encara os cursos a distância e as universidades virtuais?

A chamada Educação a distância (Ead) é o processo de ensino-aprendizagem em que professores e alunos não precisam estar fisicamente juntos, pois se encontram conectados por tecnologias telemáticas, como a internet. Recursos de Educação a distância já são muito utilizados pelas escolas tradicionais. Aliás, o próprio Banco de Redações se fundamenta na interatividade entre os usuários do UOL e uma equipe de educadores. Desde o início desta década, têm se desenvolvido os cursos de graduação a distância, que o aluno conclui sem praticamente ir à universidade. Há quem veja a inovação com bons olhos. Há quem lhe seja contrário. Como você se posiciona nesse debate?

Leia as redações avaliadas

Elabore uma dissertação considerando as ideias a seguir:

Jamais aconselharia aos meus filhos


"Ensino a distância é algo mutável demais. A tecnologia muda muito, a USP muda pouco, são duas realidades não casáveis - ao menos no momento. Ensino a distância serve para treinamento, não para educação e vivência universitária. O ensino a distância é ótimo, sou um praticante dele, mas jamais aconselharia aos meus filhos trocarem a possibilidade de fazer a universidade, tendo vida universitária, pelo ensino a distância. E o que não recomendamos aos nossos filhos, não deveríamos recomendar aos filhos dos outros."

[Paulo Ghiraldelli Jr., filósofo e escritor, no blog Paulo Ghiraldelli Jr., o filósofo da cidade de São Paulo.]



Página 3

As possibilidades das tecnologias interativas


"O conceito de curso, de aula, também muda. Hoje ainda entendemos por aula um espaço e um tempo determinados. Mas esse tempo e esse espaço, cada vez mais, serão flexíveis. O professor continuará 'dando aula', e enriquecerá esse processo com as possibilidades que as tecnologias interativas proporcionam: para receber e responder mensagens dos alunos, criar listas de discussão e alimentar continuamente os debates e pesquisas com textos, páginas da Internet, até mesmo fora do horário específico da aula. Há uma possibilidade cada vez mais acentuada de estarmos todos presentes em muitos tempos e espaços diferentes. Assim, tanto professores quanto alunos estarão motivados, entendendo "aula" como pesquisa e intercâmbio. Nesse processo, o papel do professor vem sendo redimensionado e cada vez mais ele se torna um supervisor, um animador, um incentivador dos alunos na instigante aventura do conhecimento.

[José Manuel Moran, professor de Comunicação, especialista em projetos inovadores na educação presencial e a distância.]

Aluno à moda antiga


"Devo confessar, sou um aluno à moda antiga. E certos 'modernismos' não me caem bem como aluno, desde aulões de vídeo a trabalhos em grupo pela internet. Mas o que mais me incomoda e me deixa frustrado chama-se Ead, o tão famigerado 'ensino a distância'. Apelido de 'Ambiente Virtual de Aprendizagem', o Ead nada mais é que uma forma repugnante e barata de diminuir os custos de um aluno no dia a dia de uma universidade em prol da 'comodidade de se aprender em casa'".

[Blog do Douglas - escrevendo para (nem sempre) ser lido...]
 

A procedência das instituições


Assim como os presenciais, os cursos a distância passam pelo mesmo processo de autorização e de avaliação, de modo que são exigidas titulação, condições materiais e produção acadêmica. Portanto, não é de forma aleatória que se cria um curso dessa natureza. É evidente que, assim como acontece como o ensino presencial, é necessário muito cuidado por parte das pessoas que procuram os cursos em Ead. Isto porque existem instituições sérias e aquelas que só visam o lucro, em detrimento da qualidade. É importante que se verifique a procedência das instituições e de seus respectivos cursos.

[João Nunes da Silva, Doutorando em Comunicação e cultura contemporâneas (UFBA); especialista em Metodologias e Linguagens em EAD, no blog Olhar Crítico.]
 

Diploma sem sair de casa


"'A participação dos alunos no ambiente virtual é muito maior do que na sala de aula', observa João Vianney, diretor do ensino on-line da Unisul, universidade particular de Santa Catarina e uma das pioneiras da modalidade. Além dos populares fóruns e chats, alguns dos recursos da internet usados nessas aulas ampliam, e muito, as possibilidades de um estudante universitário. Por exemplo, permitindo que os alunos de administração da Unisul simulem as atividades da bolsa de valores ou que os da Fundação Getúlio Vargas executem extensos trabalhos em rede."

[Veja, "Diploma sem sair de casa", 26 de agosto de 2009.]
 

Observações


 

  • Seu texto deve ser escrito em língua portuguesa;
  •  

  • Não deve estar redigido em forma de poema (versos) ou narração;
  •  

  • A redação deve ter no mínimo 15 e no máximo 30 linhas escritas;
  •  

  • Não deixe de dar um título a sua redação;
  •  

  • Envie seu texto até o dia 25 de setembro de 2009;
  •  

  • Confira as redações avaliadas a partir de 1 de outubro de 2009.

    Elaboração da Proposta


    Página 3 Pedagogia & Comunicação
  • Tendo como base as ideias apresentadas nos textos acima, os inscritos fizeram uma dissertação sobre o tema Como você encara os cursos a distância e as universidades virtuais?

    Leia as redações avaliadas
    Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

    Compartilhe:

      Receba notícias

      Shopping UOL

      Hospedagem: UOL Host