UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Proposta de abril de 2008

Fomos dominados pelas máquinas que inventamos?

Já não conseguimos viver sem celular, computador, internet e outros poderosos recursos tecnológicos. Queiramos ou não, eles transformaram o mundo durante o século 20 e ingressaram no século 21 com uma velocidade espantosa. Muita gente se adapta rapidamente às novidades e nem lembra como era a vida sem elas. Para outros, porém, ocorre uma dúvida: nossa existência seria melhor ou pior sem tudo isso? Seríamos diferentes? Há quem odeie e quem ame irrestritamente essas máquinas. Qual é nossa relação com os avanços da tecnologia?

Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas

Redação

Aluno:***

Idade:***

Colégio:***

8,5

A tecnologia a nosso favor

Nas últimas décadas a tecnologia invadiu nossas vidas. Seja no trabalho, na rua ou em casa, estamos constantemente em contato com aparelhos como televisões, DVDs, microondas, celulares, computadores etc. Todos esses recursos trouxeram bastante agilidade na execução de nossas tarefas: das mais simples, como preparar uma refeição às mais complexas, como elaborar o projeto de um avião.

A grande maioria da população absorveu rapidamente todas essas inovações, especialmente os mais jovens, que cresceram na era da informática. Fazem pesquisas, compras, ouvem música, trocam mensagens, namoram, tudo pela internet. No entanto, muitos se tornam excessivamente dependentes dessa rede de comunicação. Eles se habituaram tanto a essa realidade virtual que se esqueceram como é viver no mundo real. Há também aqueles que utilizam a internet para práticas criminosas, como é o caso de pedófilos, fraudadores e os chamados "hackers", que invadem sistemas de segurança extremamente complexos para roubar bancos e outras instituições.

Contudo, a tecnologia não agrada a todos. Muitas pessoas não se adaptaram a toda essa modernidade e optam por fazer suas atividades de modo tradicional. Há quem prefira ouvir música nos velhos discos de vinil ou ainda escrever uma carta e enviá-la pelo correio a um amigo distante. Porém, essa "aversão" à tecnologia pode trazer problemas, como é o caso daqueles que não conseguem sacar dinheiro num caixa eletrônico e para isso tem o constrangimento de precisar pedir ajuda, muitas vezes a estranhos.

A tecnologia estará cada vez mais presente em nosso cotidiano com o objetivo nos poupar tempo. Portanto, é necessário que todos tenham a chance de aprender a lidar com ela, de forma responsável e consciente. Caso contrário, agravaremos ainda mais problemas sérios em nosso país como a criminalidade e a exclusão social.


Comentário geral


Extremamente bem redigida, a redação mostra domínio da norma culta da língua escrita. A sintaxe é correta, os mecanismos de coesão são utilizados apropriadamente e a expressão é simples e direta. A estudante desenvolve bem os argumentos, acrescentando ainda exemplos claros.

Aspectos pontuais


1) No primeiro parágrafo, o trecho assinalado deve estar entre vírgulas. Observe a pontuação correta: "das mais simples, como preparar uma refeição, às mais complexas, como elaborar o projeto de um avião".

2) Observe, no último parágrafo, a ausência da preposição "de", regida pelo substantivo "objetivo". Indicamos duas possibilidades de construção: "com o objetivo de poupar nosso tempo" ou "com o objetivo de nos fazer poupar tempo".

3) A construção da argumentação, no correr do texto, está muito bem feita, apontando limites e problemas no uso da tecnologia. Observe, na conclusão, no último parágrafo, o trecho assinalado em vermelho. A redação ganharia ainda mais se explicitasse o sentido de "lidar com a tecnologia de forma responsável e consciente". No plano individual, social, dos governos? Como fazer isso? Qual a relação desse aprendizado com a diminuição da criminalidade e da exclusão social?

Competências avaliadas

Competência Nota
1. Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,5
2. Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 2,0
3. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 1,5
4. Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação. 2,0
5. Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 1,5
Total 8,5

Desempenho do aluno em cada competência

Nota 2,0 - Satisfatório Nota 0,5 - Fraco
Nota 1,5 - Bom Nota 0,0 - Insatisfatório
Nota 1,0 - Regular
Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host