UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Proposta de abril de 2008

Fomos dominados pelas máquinas que inventamos?

Já não conseguimos viver sem celular, computador, internet e outros poderosos recursos tecnológicos. Queiramos ou não, eles transformaram o mundo durante o século 20 e ingressaram no século 21 com uma velocidade espantosa. Muita gente se adapta rapidamente às novidades e nem lembra como era a vida sem elas. Para outros, porém, ocorre uma dúvida: nossa existência seria melhor ou pior sem tudo isso? Seríamos diferentes? Há quem odeie e quem ame irrestritamente essas máquinas. Qual é nossa relação com os avanços da tecnologia?

Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas

Redação

Aluno:***

Idade:***

Colégio:***

5,0

As Mil Faces da Tecnologia

A tecnologia está presente na vida de qualquer pessoa, em diversos momentos do cotidiano. Essa existência faz com que as pessoas usufruam e dependam cada vez mais das facilidades que ela proporciona. Entretanto, existe aqueles que se viciam de forma negativa e, ainda, os que são excluídos de alguma forma da sociedade por não aderirem a essas novidades.

Os jovens são, sem dúvida, os maiores beneficiados com as facilidades provenientes das máquinas. Eles possuem maior capacidade de aprendizagem e absorvem as informações necessárias em menos tempo. Hoje em dia, é raro encontrar um adolescente sem celular ou sem algum meio de acesso à internet. É incrível a rapidez com que a informação chega às pessoas: o que antes levava semanas ou meses para se tomar conhecimento, atualmente não passam de horas ou, até mesmo, minutos.

Ocorre que nada em excesso é bom, e tal fato não é diferente em relação à tecnologia. O grande número de carro nas ruas ocasiona, todos os dias, em São Paulo, um engarrafamento de mais de cem quilômetros. A tamanha quantidade de páginas na internet pode também ser vista como banalização da informação, permitindo muitas vezes a propagação de falsas verdades, afinal, é praticamente impossível fiscalizar cada site da rede.

Apesar de alguns acharem, por exemplo, que há coisas que podem ser ditas de um jeito melhor por telefone ou via internet, há outros que crêem que isso afeta as relações entre as pessoas e que, ao longo do tempo, elas perdem a capacidade de se expressar pessoalmente.

A realidade é que a máquina foi, é e será criada a fim de ajudar o ser humano. Com certeza a vida de inúmeras pessoas seria muito mais complicada sem geladeira, celular ou carro. Basta, apenas, cada um definir até onde a tecnologia deve entrar em sua própria vida.

Comentário geral


A redação cita elementos e fatos ligados à presença da tecnologia na vida das pessoas e, em especial, dos adolescentes. No entanto, não estabelece um nexo entre estes fatos. A conclusão se restringe ao âmbito pessoal ("basta cada um definir até onde a tecnologia deve entrar em sua própria vida"). Num texto argumentativo, entende-se que o autor deve apresentar argumentos para demonstrar uma tese.

Aspectos pontuais


1) Observe, no primeiro parágrafo, a concordância do sujeito "aqueles que se viciam" com o verbo "existir", na oração ressaltada em vermelho. O trecho corrigido fica como segue: "existem aqueles que se viciam".

2) Veja o argumento usado para demonstrar o lado negativo do uso das tecnologias: "Ocorre que nada em excesso é bom, e tal fato não é diferente em relação à tecnologia." Dois exemplos desses excessos: o número de carros nas ruas de São Paulo (que provoca congestionamentos) e a grande quantidade de páginas na internet (que pode ocasionar uma banalização da informação). Os argumentos contra o uso da tecnologia poderiam ser desenvolvidos com mais abrangência. A redação está presa aos textos de apoio fornecidos junto com a proposta.

3) No último parágrafo, a redação de certa forma absolve o uso da tecnologia, afirmando que seu fim é ajudar o ser humano. Com isso, a conclusão foge da proposta ("Somos dominados pelas máquinas que inventamos?"), evitando discutir propriamente o assunto.

Competências avaliadas

Competência Nota
1. Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,5
2. Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,0
3. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 1,0
4. Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação. 1,0
5. Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Total 5,0

Desempenho do aluno em cada competência

Nota 2,0 - Satisfatório Nota 0,5 - Fraco
Nota 1,5 - Bom Nota 0,0 - Insatisfatório
Nota 1,0 - Regular
Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host