UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Redação

Aluno:***

Idade:***

Colégio:***

5,5

Eutanásia não

Diminuir o sofrimento e, desta [dessa] forma, permitir ao enfermo uma boa morte. É com essa máxima que os defensores da eutanásia lutam pela sua legalização. Porém, deve-se considerar que, ao legitimar essa [legitimá-la] , inúmeros problemas serão acarretados, tais como o seu uso de forma abusiva, ceifar do enfermo inconsciente o direito de escolher entre viver ou morrer e, com o avanço da medicina, decidir por uma atitude precipitada [atitude extrema e precipitada] , pois em um futuro próximo, pode-se desenvolver a cura para tal doença.

A legalização da eutanásia contribuirá para atitudes negligentes de maus profissionais, pois um paciente em estado terminal exige constantes cuidados da equipe de saúde e sua morte seria conveniente, atitude essa adotada pela médica Virgínia Helena, de Curitiba. É válido mencionar, também, a situação em que um membro da família ou herdeiro solicitar [solicita] a eutanásia apenas por interesse.

Um enfermo que estivesse inconsciente não gozaria o [do] direito de decidir por sua vida e aquele que dispusesse de consciência tomaria uma decisão envolvida [impelido] por uma situação trágica e um momento depressivo, neste caso [depressivo. Nesse caso] o apoio familiar e tratamentos psicológicos seria [seriam] a melhor opção. Em um futuro não muito distante, a eutanásia pode se tornar obsoleta, uma vez que o avanço da medicina está se intensificando a cada dia; há um tempo não existia cura para a AIDS, hoje, a sua descoberta está próxima.

É visível que, juntamente com a legalização da eutanásia, fatores irão atingir tanto a vida dos familiares como dos enfermos, irreversivelmente. A medicina já desenvolve pesquisas promissoras para tetraplégicos voltarem a andar, talvez esse seja um bom argumento para dizer: eutanásia, não.
 

Comentário geral

Embora o texto discuta de forma crítica a questão da Eutanásia, faltou maior desenvolvimento e fundamentação no que concerne aos argumentos apresentados.
 

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) apresentação clara e adequada da problemática que envolve o tema; b) ao retomar palavras ou expressões empregue esse(a), isso, disso; c) da cura de que doença o autor fala? Afinal, nenhum caso específico foi apontado.

2) Segundo parágrafo: ao trabalhar um argumento, é preciso explorá-lo de forma a situar e convencer o leitor. As informações relativas à conveniência da morte de um paciente , à atitude da médica Virgínia Helena e aos interesses que envolvem familiares ficaram imprecisos, portanto inconsistentes.

3) Terceiro parágrafo: a) há, no parágrafo, afirmações muito generalizantes que necessitariam de maior precisão e análise b) a discussão envolveu tanto o enfermo quanto o responsável pela decisão ou não da prática da eutanásia; porém, ignorou o aspecto sofrimento do primeiro, como se essa decisão ocorresse única e exclusivamente por uma situação de desequilíbrio do familiar responsável; c) afirmação final bastante ingênua e sem qualquer comprovação, pois há várias outras enfermidades consideradas críticas, além da possível cura da AIDS, que induziriam à prática da eutanásia. Além disso, como essa prática se tornaria obsoleta, se ainda nem foi legalizada em nosso país?

4) Quarto parágrafo: na conclusão desse tipo de texto não se deve introduzir novos argumentos e sim propor possíveis soluções para a problemática analisada. a) De que fatores o autor fala, afinal?

Competências avaliadas

CompetênciaNota
1.Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita.1,5
2.Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.1,5
3.Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.1,0
4.Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.1,5
5.Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.0,0
Total 5,5

Desempenho do aluno em cada competência

Nota 2,0 - Satisfatório Nota 0,5 - Fraco
Nota 1,5 - Bom Nota 0,0 - Insatisfatório
Nota 1,0 - Regular
Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host