UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Redação

Aluno:***

Idade:***

Colégio:***

4,5

Manifestações e a Participação de Animais na Pesquisa Científica

Atualmente, o Brasil tem visto sua população ir às ruas para cobrar do Estado uma melhor gestão dos recursos públicos e reenvindivar por seus [reivindicar seus] direitos. Manifestar-se tornou-se um ato corriqueiro, há manifestações para [por] todos os motivos, inclusive em relação ao uso de animais na pesquisa científica que sempre foi alvo de duras críticas.

Recentemente, um instituto de pesquisa foi invadido por ativistas, no [com o] intuito de libertar os animais, vítimas da indústria de cosméticos, porém a ação, que a priore [que, em princípio,] foi para resgatar os animais de uma vida de sofrimentos, transformou-se em um tumulto violento que destruiu o laboratório e suas pesquisas.

Alguns grupos extremistas, como os Black Blocs, aproveitam-se do anonimato e infiltram-se nas manifestações que deixam de ser pacíficas e terminam em desastres, lutar [desastres. Lutar] pelos direitos dos animais é um ato nobre, mas não justifica o uso da violência, uma vez que as pesquisas com animais, de uma forma geral, já trouxeram muitos benefícios para Humanidade [humanidade] , vários remédios e vacinas só puderam ser processados a partir de testes que garantiram sua real eficiência.

Existem estudos que visam acabar com a participação dos animais nos testes da pesquisa científica, mas por enquanto não é possível extinguir seu uso nos testes, a população deve pedir mais rigor na aplicação da lei que regulamenta a aplicação dos animais na pesquisa cinetífica [científica] , para que mesmo que seja imprescindível seu uso, pelo menos seja feito com respeito, amor e carinho.
 

Comentário geral

Texto regular, com uma linguagem bastante displicente ou descuidada. O texto se perde um pouco no último parágrafo: há repetição de expressões que poderiam ser substituídas por pronomes e, em termos de ideias, um caráter meramente retórico. Vale notar que exista ou não crueldade no uso de animais em pesquisas, essa crueldade está no próprio uso e não no modo com que os pesquisadores tratam os animais. Portanto, é muito relativo falar em se realizar pesquisas “com respeito, amor e carinho”.
 

Aspectos pontuais

1) Título: a rigor os animais são usados nas pesquisas e não participam delas.

2) Primeiro parágrafo: é um exagero inadequado falar em "sempre". As pesquisas científicas, com animais ou sem, nem sempre foram realizadas e, quanto às críticas ao uso de animais, historicamente, elas são bem recentes.

3) Terceiro parágrafo: o uso dos verbos no presente leva a crer que se está tratando da participação dos black blocs de uma maneira geral, quando, na verdade, está se tratando especificamente do caso dos beagles. Os verbos deveriam estar no pretérito o que incluiria o parágrafo no curso da argumentação, em vez de transformá-lo numa divagação inadequada.

4) Quarto parágrafo: as repetições comprometem o parágrafo que poderia ser reescrito, mais sinteticamente, da seguinte maneira: "Há propostas para acabar com o uso de animais na pesquisa científica, mas isso ainda não é possível. Até lá, seria bom que a prática fosse regulamentada por leis rigorosas".

Competências avaliadas

CompetênciaNota
1.Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita.1,0
2.Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.1,0
3.Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.1,0
4.Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.1,0
5.Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.0,5
Total 4,5

Desempenho do aluno em cada competência

Nota 2,0 - Satisfatório Nota 0,5 - Fraco
Nota 1,5 - Bom Nota 0,0 - Insatisfatório
Nota 1,0 - Regular
Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host