UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Redação

Aluno:***

Idade:***

Colégio:***

6,0

Meio ambiente e sustentabilidade

Vivemos em um mundo globalizado onde a economia é essencial para o desenvolvimento da integração social, cultural e econômica. Mas o processo de globalização parece apenas visar o [ao] sistema capitalista, impondo métodos para se atender às necessidades de consumo que geram acúmulo de capital.

O consumo em si não é o problema, afinal todos nós temos necessidades básicas e precisamos acudi-las; mas, o que era consumo, tornou-se uma “pilhéria consumista” após o avanço tecnológico, impactando na influência da mídia sobre os cidadãos. E uma das vítimas mais importantes: [importantes é] o meio ambiente - que sofre avarias “desenvolvimentistas”, como o [como] desmatamento, efeito estufa, etc.

No contexto do paradigma a ser praticado, o tão discutido Desenvolvimento Sustentável - com a Rio+20 responsável sobre [pela] sua conceituação -, o que deveria já ser decidido de fato é só alusão: países que mais degradam o meio ambiente esquivam-se da responsabilidade de negociação sustentável, o que designa uma falta de comprometimento ambígua, já que são não só os que mais danificam o meio, como também países desenvolvidos.

Por outro lado, impor sobre novos [novos] padrões de consumo é uma brava iniciativa; ademais, o plano da biodiversidade, pois é sabido que se carece restabelecer o vigor do nosso oceano, protegendo-o da poluição, assim assimilando o aspecto sociocultural.

Em suma, mesmo sem convicção, vale o esforço de todos, sobretudo dos países desenvolvidos. Trabalhando de maneira coletiva, é possível se alcançar o objetivo de um verdadeiro desenvolvimento, que compreende os recursos do nosso planeta e seu correto manuseio. [o correto manuseio dos recursos do planeta.]
 

Comentário geral

O texto começa bem, mas perde-se em imprecisões. Não há informações objetivas para analisar o tema. São muitos os trechos imprecisos no texto e isso comprometeu a coerência global. Apesar do bom senso crítico, o autor precisa resolver as dificuldades com a expressão.
 

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: boa introdução, adequada à proposta.

2) Segundo parágrafo: para manter o paralelismo entre os termos exemplificados, deve-se usar o artigo antes de todos os itens ou não usar em nenhum deles.

3) Terceiro parágrafo: a) não é função da conferência conceiturar desenvolvimento sustentável; b) trecho final sem lógica, mal escrito.

4) Quarto parágrafo: a) quem terá a iniciativa de impor (a quem?) novos padrões de consumo? Comentários imprecisos demais; b) a segunda frase começa citando o plano de biodiversidade, mas não completa sintaticamente a sentença (o que quer falar sobre esse plano?); c) o que significa restabelecer o vigor do oceano?

5) Quinto parágrafo: a sequência dos dados deixou a informação falha, confusa.

Competências avaliadas

CompetênciaNota
1.Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita.1,0
2.Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.1,5
3.Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.1,0
4.Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.1,5
5.Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.1,0
Total 6,0

Desempenho do aluno em cada competência

Nota 2,0 - Satisfatório Nota 0,5 - Fraco
Nota 1,5 - Bom Nota 0,0 - Insatisfatório
Nota 1,0 - Regular
Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host