UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Redação

Aluno:***

Idade:***

Colégio:***

4,0

O aborto de anencéfalos: um crime ou uma solução?

A encefalia [anencefalia] é um problema congênito caracterizado pela má formação do cérebro humano durante a gestação e, por este fato, muitas mulheres buscam o aborto como meio de aliviar a dor e o sofrimento, porém este assunto veem gerado [vem gerando] muita polêmica por se divergir da ideologia religiosa do direito a [à] vida.

Para muitas mulheres, o período de gestação de um feto anencéfalo é sinônimo de sofrimento emocional e físico, que além de ser uma gravidez de risco, é uma angústia para a mãe saber da chance do bebê falecer durante a gestação, ou em caso contrário, não sobreviver por muito tempo após o parto.

Apesar de toda dor e sofrimento para a gestante e a família, muitos grupos sociais religiosos contestam a ideia do aborto de anencéfalos com a justificativa de ser um crime contra a vida, que, de certa forma, é uma maneira de adiar o que estaria por vir, a morte. Porém, recentemente o Supremo Tribunal Federal legalizou o aborto de fetos anencéfalos em meio a tamanha polêmica. [legalizou, em meio a tamanha polêmica, o aborto de fetos anencéfalos.]

Junto a isso, vem a questão de que [questão:] seria realmente necessário retirar a vida de um ser parcialmente sem atividade cerebral? Para muitos sim, pois é um período de gestação de risco e de sofrimento para a mãe e, com o aborto, haveria a conclusão mais segura para muitas mulheres, porém não deixa de ser um crime contra o direito mais importante da humanidade, o da vida.
 

Comentário geral

O autor expõe alguns argumentos favoráveis, outros contrários e termina sem se posicionar claramente em relação à polêmica, descumprindo uma solicitação da dissertação argumentativa.
 

Aspectos pontuais

1) Primeiro e segundo parágrafos: os dois primeiros parágrafos, organizados em frases únicas, ficaram superficiais demais.

2) Terceiro parágrafo: a) o autor mistura o argumento religioso (um crime contra a vida) e o contra-argumento (adiar a morte) na mesma frase, causando um trecho muito confuso, pois parece que tudo se trata da posição dos religiosos sobre o aborto; b) há duplo sentido no trecho em vermelho.

3) Quarto parágrafo: a) falha na escolha vocabular: o aborto é uma conclusão para as mulheres?; b) conclusão ambígua: afinal qual é o ponto de vista defendido? Reveja as exigências da dissertação argumentativa.

Competências avaliadas

CompetênciaNota
1.Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita.1,0
2.Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.0,5
3.Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.1,0
4.Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.1,5
5.Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.0,0
Total 4,0

Desempenho do aluno em cada competência

Nota 2,0 - Satisfatório Nota 0,5 - Fraco
Nota 1,5 - Bom Nota 0,0 - Insatisfatório
Nota 1,0 - Regular
Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host