UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Redação

Aluno:***

Idade:***

Colégio:***

3,5

Poluição: caso ou descaso?

Vive-se o século das catástrofes ambientais, no Brasil esse ano fomos castigados com 700 mortes na região serrana do rio, o [Rio. O] mundo inteiro sofre com a resposta da natureza à [a] tantas agressões, os desastres afetam a natureza em si, toda a sua harmonia e equilíbrio ambiental. Prejudica [Eles prejudicam] uma população e sua economia e, dependendo da intensidade, pode [podem] afetar uma nação inteira com fome, miséria e muita necessidade material e emocional.

O fato mais forte que ocasiona esse fenômenos, [a principal causa desses fenômenos] é o homem, sua ambição: [ambição, seu] desejo de melhorar de vida e modificar o espaço em que vive, em busca de uma melhor qualidade de vida. Para isso as pessoas não medem conseqüências, destroem, queimam e eliminam recursos da natureza para poder chegar a um objetivo comum global: vida confortável, lucros e mais lucros. Sabe-se que a poluição da atmosfera aumentou com a revolução industrial no século XX, a partir daí as fábricas, indústrias começaram a exercer papel fundamental nessa loucura do climática.

Nos países subdesenvolvidos, que possuem uma educação urbana mais frágil, os fenômenos agem de forma mais violenta: como moradias em áreas de risco, população que joga lixo nas ruas, as conseqüências de ambas atitudes são inundação e deslisamentos. [deslizamentos.] Podemos evitar isso, com melhores hábitos de vida, melhor higienização de nossas ruas, conscientização para que possamos morar nas devidas áreas da cidade, sem que prejudique a si e as [prejudiquemos a nós e às] pessoas, e praticar [praticando] tudo que reduza a poluição na natureza.
 

Comentário geral

O problema principal deste texto é a expressão: há muitos trechos sem lógica devido à imprecisão vocabular. Também há certa ingenuidade na análise do problema, pois ignora as causas que levam pessoas a morarem em áreas de risco, propondo como solução apenas que elas escolham outro lugar para morar.
 

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: há problemas de concordância verbal e de excesso de “e”.

2) Segundo parágrafo: a) o homem não é um “fato que ocasiona o fenômeno”; b) um “objetivo comum global” não deveria ser o que interessa ao conjunto e não ao indivíduo? A expressão gera ambigüidade de sentido, pois o autor quer falar do interesse individual de obter vida confortável e lucros, algo comum a pessoas do mundo todo; c) o que é uma “loucura do climática”? Os vários casos de imprecisão vocabular comprometeram a clareza do parágrafo.

3) Terceiro parágrafo: a) a imprecisão vocabular continua neste parágrafo: o que é “educação urbana mais frágil”?; b) ao afirmar que os “fenômenos agem de forma mais violenta: como moradias em áreas de risco, população que joga lixo...”, estabelece-se uma exemplificação sem lógica, pois, primeiro os fenômenos não “agem”, segundo, moradias e população não são exemplos de ações. Frase truncada, com dados aglomerados de modo aleatório, criando um parágrafo muito problemático.

Competências avaliadas

CompetênciaNota
1.Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita.0,5
2.Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.1,0
3.Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.0,5
4.Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.0,5
5.Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.1,0
Total 3,5

Desempenho do aluno em cada competência

Nota 2,0 - Satisfatório Nota 0,5 - Fraco
Nota 1,5 - Bom Nota 0,0 - Insatisfatório
Nota 1,0 - Regular
Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host