UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Proposta de agosto de 2008

O uso da maconha deve ou não ser legalizado?

A utilização da maconha tem sido alvo cada vez mais freqüente de polêmicas, artigos e debates. Há, por exemplo, amplo respaldo médico sobre os efeitos devastadores da maconha no cérebro. Segundo muitos cientistas, ela vicia, sim, e encaminha o usuário para drogas mais pesadas. Por outro lado, existem estudos científicos que propõem o uso medicamentoso da maconha, mesmo que de forma contínua. Há também quem a compare ao álcool e defenda a legalização de seu uso recreativo. Além disso, para alguns, uma eventual descriminalização da maconha seria um modo de pôr fim ao tráfico e a violência por ele gerada. O que você pensa disso? A maconha deve ou não ser legalizada?

Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas

Redação

Aluno:***

Idade:***

Colégio:***

6.0

Maconha: Legalizar ou Fiscalizar?

Atualmente a sociedade vê o uso de drogas como algo corriqueiro e normal. Cada vez mais pessoas famosas aparecem nos noticiários assumindo que são usuárias não só das drogas lícitas, mas também das ilícitas. Álcool, cigarro, maconha, heroína, crack, entre outros, são todos considerados drogas e o brasileiro se acostumou a usá-las sem pensar nas conseqüências. Um bom exemplo dessa situação é a lei seca recentemente aprovada, que se tornou um assunto polêmico e obrigou o brasileiro a mudar seus hábitos, pois estava acostumado a beber toda vez que saía para se divertir.

O que mais se vê na televisão, na internet e outros meios de comunicação são celebridades flagradas alcoolizadas ou sob efeito de drogas. Essas acabam sendo exemplos para as pessoas, principalmente os jovens, que esquecem o mal que essas substâncias fazem para a saúde.

Além disso, a fiscalização não é feita da maneira que deveria ser. Isso faz com que muita gente continue usando drogas, pois sabe que não será penalizada por isso. O problema não será resolvido ao legalizar o uso da maconha, mas sim ao tornar a fiscalização mais rígida.

É bem verdade que a maconha possui propriedades medicinais, mas essa não deve ser usada deliberadamente, pois os males que ela causa são maiores do que os benefícios. Uma solução para isso seria regulamentar o uso controlado da maconha apenas para fins medicinais e em pequenas dosagens.

Logo, a maconha e o cigarro deveriam ser considerados drogas ilícitas, pois fazem mal à saúde, prejudicando a capacidade intelectual e acarretando várias doenças graves. Legalizar essas substâncias seria negligenciar a saúde física e mental do brasileiro.

Comentário geral

A redação é fluente e bem articulada, trazendo argumentos pertinentes e revelando bom domínio da norma culta. No entanto, observe como o texto não mantém o foco na proposta ("O uso da maconha deve ou não ser legalizado?"). Nos três primeiros parágrafos, o estudante discorre sobre o uso de drogas em geral; no quarto parágrafo, trata especificamente da maconha, e na conclusão, no último parágrafo, conclui falando do cigarro e da maconha.

Aspectos pontuais

1) Observe, no primeiro parágrafo, na oração ressaltada em vermelho, o risco da generalização ("afirmar, de forma infundada ou não, que (algo) é verdadeiro em grande parte de situações, ou para a maioria das pessoas"). Será que a maioria dos brasileiros se acostumou a usar essas drogas sem pensar nas conseqüências?

2) No segundo parágrafo podemos apontar o mesmo problema. Observe: "O que mais se vê na televisão, na internet e outros meios de comunicação são celebridades flagradas alcoolizadas ou sob efeito de drogas." Afirmações como essas têm apenas um efeito retórico, isto é, buscam impressionar o leitor, mas pecam pela falta de objetividade.

3) As palavras "fiscalizar" (que está no título) e "fiscalização" foram utilizadas de modo impreciso: o autor quis se referir, mais precisamente, ao controle, à vigilância, à repressão ao uso da maconha.

Competências avaliadas

CompetênciaNota
1.Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita.1.5
2.Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.1.5
3.Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.1.5
4.Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação.1.0
5.Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.0.5
Total 6.0

Desempenho do aluno em cada competência

Nota 2,0 - Satisfatório Nota 0,5 - Fraco
Nota 1,5 - Bom Nota 0,0 - Insatisfatório
Nota 1,0 - Regular
Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host