UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Proposta de outubro de 2007

A energia nuclear é uma boa solução para o Brasil?

O país possui duas usinas nucleares: Angra 1 e Angra 2, no Estado do Rio de Janeiro. O governo planeja a instalação de Angra 3. Mas o uso de energia nuclear tem dividido a opinião dos especialistas. O benefício é que ela não polui a atmosfera nem contribui para o aquecimento global. Há também vantagens na sua utilização em medicina, agropecuária, indústria, etc. Porém, o grande problema dessa matriz energética é que os restos do urânio enriquecido viram um lixo perigoso, sem falar no risco de acidentes.

Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas

Redação

Aluno:***

Idade:***

Colégio:***

6,0

Energia nuclear: supérflua ou necessária?

Há muitos anos já se discute questões relativas à utilização da energia nuclear. Muitas pessoas a defendem por finalmente se ter encontrado a "energia limpa". Parece que finalmente os grupos ambientalistas irão acalmar-se.

Os países desenvolvidos, como sempre, saíram na frente na utilização da energia nuclear como fonte de complementação da grande quantidade de energia que suas populações demandam. E da mesma forma o Brasil, como país subdesenvolvido, procurou "correr atrás do prejuízo". E como fruto desta "corrida" surgiram Angra 1 e 2.

Mas existe uma intrigante pergunta: é realmente necessário que o Brasil se utilize da energia nuclear? Afinal temos a segunda maior reserva hidrográfica do mundo, que permite ao país gerar energia elétrica proveniente de usinas hidrelétricas de modo a atender toda a população de maneira satisfatória.

Outro fato é que a estrutura econômica de país subdesenvolvido do Brasil não é condizente com a tecnologia nuclear, pois além de gerar mais dívidas para o país no caso de importação tecnológica, poderia causar uma crise sem precedentes no caso de um acidente nuclear, pois o Brasil não teria capacidade de controlar um acidente desse porte. Isso fica provado quando se recorda do acidente de Goiânia em que, vinte anos depois, muitas vítimas ainda não foram indenizadas. Apenas lembrando que, se isso acontecesse, os dois acidentes seriam incomparáveis!

Seria muito melhor se o Brasil se preocupasse mais em otimizar a utilização da energia e fontes de energia já disponíveis, evitando desperdícios, do que gastar em algo que a princípio é inviável e que de qualquer forma não resolveria os problemas energéticos brasileiros.


Comentário geral


A redação apresenta um bom número de conceitos e idéias, com a defesa de um ponto de vista contra a utilização da energia nuclear. Observam-se, no entanto, dificuldades na elaboração da argumentação e problemas pontuais de paralelismo sintático.

Aspectos pontuais


1) No primeiro parágrafo, no trecho assinalado em vermelho, o autor utilizou o verbo na voz passiva. Nesse caso, é preciso fazer a concordância do verbo com o sujeito da oração: "Há muitos anos já se discutem questões relativas à utilização da energia nuclear." Note que a oração está na voz passiva sintética, e que seu desdobramento na voz passiva analítica seria: "Há muitos anos são discutidas questões relativas à utilização da energia nuclear." As duas formas estão corretas e podem ser utilizadas.

2) Um fato importante quanto à estrutura do texto pode ser observado no trecho assinalado em vermelho no terceiro parágrafo. A pergunta sobre o uso da energia nuclear é exatamente o tema proposto para a redação! Isso indica que os dois primeiros parágrafos serviram como uma introdução apenas retórica para o tema, que começa a ser desenvolvido apenas a partir desse terceiro parágrafo. Seria preferível fazer apenas uma rápida introdução ao tema, entrando já no assunto desde o primeiro parágrafo.

3) Observe como a construção do último parágrafo requer um paralelismo sintático que não foi bem elaborado: "Seria muito melhor se o Brasil se preocupasse mais em otimizar a utilização da energia e fontes de energia já disponíveis, evitando desperdícios, do que gastar em algo que a princípio é inviável e que de qualquer forma não resolveria os problemas energéticos brasileiros."

Uma possível solução, respeitando o sentido dado pelo autor, poderia ser: "Seria melhor otimizar a utilização das fontes de energia já disponíveis, evitando desperdícios, do que gastar com fontes de energia que a princípio são inviáveis e que de qualquer forma não resolveriam os problemas energéticos brasileiros."

Competências avaliadas

Competência Nota
1. Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,5
2. Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,5
3. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 1,0
4. Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação. 1,0
5. Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 1,0
Total 6,0

Desempenho do aluno em cada competência

Nota 2,0 - Satisfatório Nota 0,5 - Fraco
Nota 1,5 - Bom Nota 0,0 - Insatisfatório
Nota 1,0 - Regular
Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host