UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Redação

Aluno:***

Idade:***

Colégio:***

2,0

Violência no transito [trânsito] nacional

O Transito [trânsito] brasileiro está extremamente caótico, há [caótico. Há] anos a frota de carros cresce desenfreadamente . Todos hoje são dependentes dos seus automóveis, assim as pessoas contribuem mesmo sem querer para o aumento dos problemas de trânsito.

Um desses graves problemas é a violência, a [violência. A] dependência do automóvel faz com que muitas pessoas o usem isso faz com que haja um grande numero de carros nas ruas gerando enormes [os] congestionamentos vistos atualmente. Com toda essa frota de carros nas ruas, o trânsito não anda e o motorista acaba estressado provocando brigas.

Entretanto há algumas mudanças que cada pessoa pode fazer para melhorar essa dramática situação, uma delas é pelo menos uma vez por semana não usar seu carro, se [carro. Se] todos fizessem isso à [a] melhoria seria visível, porém quem deixa de usar o carro deveria usar o transporte coletivo, que no Brasil é considerado vergonha nacional. Portanto a melhora deve ser feita em fases, uma coisa depende de outra para acontecer.

Comentário geral

Texto fraco, que apresenta alguns problemas relacionados ao trânsito, mas não consegue ir além da exposição, procurando as causas desses problemas. No nível semântico, vale notar a expressão inadequada de certas ideias, como a de dependência. Ora, a dependência do automóvel não é um problema análogo ao da dependência das drogas, por exemplo. Por isso, é preciso explicar as causas dessa dependência, bem como caracterizá-la. Além disso, o autor não parece ter noção precisa da gravidade dos problemas que ele aborda: no texto, violência no trânsito se resume a brigas, quando, na nossa realidade, compreende mortes acidentais ou não.

Aspectos pontuais

1) Segundo parágrafo: embora o autor tente articular um raciocínio, ele é superficial e simplista. A dependência (que ele não caracteriza) gera congestionamentos que resultam em brigas. Não é tão simples assim. Além disso, a violência não se limita a isso. Questões centrais de nossos problemas com o trânsito como o excesso de velocidade e o uso de álcool são simplesmente ignorados.

2) Terceiro parágrafo: a) Não se trata de fazer mudanças, mas de tomar medidas. A medida sugerida pelo autor, no entanto, parece brotar da desinformação: nas grandes cidades, as pessoas já deixam o carro em casa uma vez por semana, por força de rodízio. b) O texto não desenvolve as questões que apresenta, não explica porque o transporte coletivo é uma vergonha nacional. Isso é um juízo de valor e precisa de uma comprovação, por mais que qualquer leitor tenda a concordar com a opinião do autor. Por que o transporte coletivo é uma vergonha nacional?

Competências avaliadas

CompetênciaNota
1.Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita.0,5
2.Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.0,5
3.Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.0,5
4.Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.0,5
5.Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.0,0
Total 2,0

Desempenho do aluno em cada competência

Nota 2,0 - Satisfatório Nota 0,5 - Fraco
Nota 1,5 - Bom Nota 0,0 - Insatisfatório
Nota 1,0 - Regular
Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host