UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Biografias

Poeta e tradutor brasileiro

Haroldo de Campos

19/8/1929, São Paulo (SP)
16/8/2003, São Paulo (SP)

Da Página 3 Pedagogia & comunicação

[creditofoto]

[creditofoto]

Haroldo de Campos criou um novo conceito de poesia e de tradução no Brasil

Entre sua própria produção poética, ensaios e traduções dos mais importantes autores da literatura mundial, Haroldo de Campos publicou mais de 30 volumes. Junto com seu irmão Augusto de Campos e o amigo Décio Pignatari, idealizou o movimento da poesia concreta, criando um novo conceito de poesia e de tradução no Brasil.

Haroldo de Campos estudou no Colégio de São Bento, de 1942 a 1947. Em 1952, formou-se em direito pela Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, da Universidade de São Paulo. Em 1972, doutorou-se em letras pela mesma universidade.

Nesse mesmo ano, fundou o grupo "Noigrandes" de poesia concreta. A poesia concreta propôs a abolição do verso tradicional em favor de novas formas de organizar as palavras, explorando seus aspectos gráfico-visuais. Em 1956 Haroldo de Campos organizou a primeira Exposição Nacional de Arte Concreta, no Museu de Arte Moderna de São Paulo.

Desde cedo, estabeleceu contato com intelectuais e artistas estrangeiros. Realizou inúmeras viagens e participou de simpósios, conferências, debates e mesas-redondas. Em 1973 tornou-se professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, onde lecionaria até 1989.

Em 1978 lecionou na Universidade americana de Yale, onde, em 1999, foi realizado um ciclo de conferências em comemoração aos seus 70 anos.

Como tradutor, crítico e ensaísta, Haroldo de Campos deixou uma obra vasta e reconhecida. Em 1992 recebeu o Prêmio Jabuti de Personalidade Literária do Ano e em 1999 ganhou o Prêmio Jabuti de Poesia, com o livro "Crisantempo". Entre seus livros mais importantes estão "Servidão de Passagem", "Galáxias", "Xadrez de Estrelas", no campo da poesia, e "Ideograma", "Morfologia de Macunaíma", "A arte no Horizonte do Provável" e "Revisão de Sousândrade", entre livros de ensaio e crítica literária.

Em 1990 Haroldo de Campos obteve o título de professor emérito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Entre outras honrarias que recebeu estão o título de "doutor honoris causa" pela Universidade de Montreal, no Canadá, e o prêmio Octavio Paz, no México. Faleceu de falência múltipla dos órgãos.

Compartilhe:

    Receba notícias

    Lição de Casa Dicionários

    Aulete

    Português

    Houaiss

    Português

    Michaelis


    Tradutor Babylon


    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host