UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Biografias

John Maynard Keynes
Economista britânico
5-6-1883, Cambridge
21-4-1946, Tilton Firle, Sussex

Do Klick Educação

Keynes, que em 1942 recebeu o título de barão de Tilton, fundou a teoria econômica moderna ao introduzir as categorias macroeconômicas que permitem abordar grandes conceitos como investimento, consumo, lucro ou produção. Diante do desemprego nos anos de 1920 e 1930, Keynes pediu a intervenção do Estado nos mercados instáveis para resolver o problema. Para Keynes, a causa principal do desemprego seria a falta de oferta de vagas por parte da iniciativa privada, que o Estado deveria suprir, promovendo uma procura suplementar e planificada. Em O Fim do Laissez-Faire (1926), afirmou que o liberalismo estava ultrapassado. Sua obra principal é Teoria Geral do Emprego, do Lucro e do Dinheiro (1936). Suas teses, ainda atuais, influenciaram consideravelmente a política econômica do então presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt. Após a Primeira Guerra Mundial, Keynes foi conselheiro da delegação britânica nas conversações de paz, cargo que abandonou em 1919 por considerar que as reparações impostas pelas potências vencedoras à Alemanha, no Tratado de Versalhes, não podiam ser cumpridas do ponto de vista econômico (As Conseqüências Econômicas da Paz, 1919). Como colaborador da revista especializada Economic Journal, foi autor de contribuições fundamentais para a teoria monetária. Sua obra Tratado sobre a Reforma Monetária (1932) propôs um sistema de câmbio flexível e fiscalizável, no qual a quantia em circulação se mantém em níveis constantes.
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Lição de Casa Dicionários

    Aulete

    Português

    Houaiss

    Português

    Michaelis


    Tradutor Babylon


    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host