UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Biografias

Físico alemão, Prêmio Nobel de física e um dos fundadores da mecânica quântica

Werner Karl Heisenberg

05/12/1901, Würzburg, Alemanha.
01/02/1976, Munique, Alemanha.

Da Página 3 Pedagogia & Comunicação

Heisenberg iniciou o curso de física em 1920, em Munique. Um de seus professores, Arnold Sommerfeld, levou-o a Copenhague em 1922, para assistir a uma série de conferências de Niels Bohr. Durante uma palestra, Heisenberg pediu a palavra e expôs algumas de suas idéias, que o físico experiente não conseguiu rebater. Após a conferência, Bohr e Heisenberg tornaram-se amigos. Heisenberg estava disposto a derrubar as bases da física clássica e erguer os fundamentos da física quântica.

Após se formar, Heisenberg foi realizar seus estudos de pós-graduação em Göttingen e tornou-se assistente de Max Born, que anunciara a necessidade de se formular a mecânica quântica para a explicação dos fenômenos atômicos.

Em 1925, Heisenberg desenvolveu a mecânica matricial, o que constituiu o primeiro desenvolvimento da mecânica quântica. Dois anos depois passou a ensinar física na Universidade de Leipzig, onde enunciou o Princípio da Incerteza ou Princípio de Heisenberg, segundo o qual é impossível medir simultaneamente e com precisão absoluta a posição e a velocidade de uma partícula.

Em 1932, Heisenberg recebeu o prêmio Nobel de Física pela "criação da mecânica quântica, cuja aplicação possibilitou, entre outras, a descoberta das formas alotrópicas do hidrogênio". De 1942 a 1945, dirigiu o Instituto Max Planck em Berlim. Durante a Segunda Guerra Mundial trabalhou com Otto Hahn, um dos descobridores da fissão nuclear, no projeto de um reator nuclear. Durante toda sua vida Heisenberg lutou para que a energia nuclear não fosse utilizada com finalidades bélicas.

Werner Heisenberg organizou e dirigiu o Instituto de Física e Astrofísica de Göttingen. Em 1958, o Instituto de Física e Astrofísica foi mudado para Munique, onde o cientista se concentrou na pesquisa sobre a teoria das partículas elementares, fez descobertas sobre a estrutura do núcleo atômico, da hidrodinâmica das turbulências, dos raios cósmicos e do ferromagnetismo.

Alguns cientistas, como Einstein, rejeitaram as idéias do físico, que romperam em grande parte os princípios da física newtoniana. O "princípio de Heisenberg", utilizando fartamente o cálculo estatístico, além de mecanismos desenvolvidos para a comprovação de suas teorias, abriu um novo campo não só para a física, mas para a teoria do conhecimento.

Compartilhe:

    Receba notícias

    Lição de Casa Dicionários

    Aulete

    Português

    Houaiss

    Português

    Michaelis


    Tradutor Babylon


    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host