Cidadania móvel

Lucila Cano

Lucila Cano

Em janeiro, a região da Cracolândia, na cidade de São Paulo, foi manchete do noticiário quase que todos os dias. Governos estadual e municipal se uniram em investidas continuadas para dispersar usuários de droga e prender traficantes que há anos tomaram o local. Receberam elogios e críticas de todos os lados.

Mas, logo em seguida, uma bela demonstração de apoio à população que vive naquele entorno veio do Centro de Integração de Educação e Saúde (CIES). No sábado, 28 de janeiro, a Carreta da Saúde do Projeto CIES estacionou na Praça Júlio Prestes e abriu suas portas para os moradores da Cracolândia.

Com a carreta, o CIES se integrou à Jornada da Cidadania, evento da Secretaria de Justiça do Estado de São Paulo, que também proporcionou serviços de informática, documentação e cabeleireiro para as pessoas, além de uma programação musical.

No período das 10h às 16h, a equipe do CIES realizou consultas, exames e procedimentos em oftalmologia, cardiologia, clínica geral, mensuração de pressão arterial e glicemia, temperatura, SPO2 (saturação do oxigênio no sangue) e frequência cardíaca. Ao todo, foram 480 procedimentos.

Estar onde o povo está

A Carreta da Saúde do Projeto CIES é uma unidade móvel de assistência médica, especialmente projetada e construída para essa finalidade. Tem 15 metros de comprimento e, quando aberta, ocupa aproximadamente 100 m2. Quatro salas de atendimento climatizadas e com equipamentos diagnósticos de alta tecnologia, áreas de esterilização e duas áreas de espera integram esse espaço, onde médicos e demais profissionais de saúde voluntários prestam atendimento em diferentes especialidades.

Esse projeto foi idealizado por Roberto Kikawa, gastroenterologista criador do CIES, cujo trabalho vem sendo reconhecido por organizações voltadas para o empreendedorismo social.

Estar onde o povo está é o que inspira o dr. Kikawa e outros empreendedores sociais que, como ele, sabem o valor da mobilidade em um país do tamanho do Brasil e com muitas diferenças regionais.

Outra importante ação pela cidadania data de 2004. A Caravana Siga Bem Caminhoneiro rodou pelo Brasil com triplo propósito: alertar a sociedade brasileira e o setor de transporte para a questão do abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes; propagar a necessidade de segurança nas estradas; promover a preservação do meio ambiente.

A caravana fez sucesso e, a cada temporada, foi agregando novas missões: campanha contra a violência à mulher e contra o preconceito de gênero e raça; campanha de racionalização do uso de combustíveis; divulgação do Disque-Denúncia e do Ligue 180, para orientações e denúncias de violência doméstica.

Iniciativa da Petrobras, a caravana conquistou o copatrocínio da Iveco Caminhões e ampliou o seu alcance com um programa de televisão exclusivo e um site, o Brasil Caminhoneiro.

Assim na estrada como no rio

No Pará, a ONG Projeto Saúde e Alegria (PSA) contou com o suporte da ONG holandesa Terre des Hommes (TdH) para colocar o seu empreendedorismo social a serviço das populações ribeirinhas do Rio Tapajós.

Assim surgiu o Barco Abaré em 2006, uma embarcação de grande porte, equipada com consultórios médicos e odontológicos, farmácia, enfermaria, aparelhos de Raios-X e Ultrassom.

Na região, o Abaré atende as comunidades dos municípios de Santarém, Aveiro, Juruti e Belterra e, em fevereiro de 2011, firmou um convênio com a Universidade do Estado do Pará (Uepa), para que os alunos de Medicina, Fisioterapia, Educação Física e Enfermagem desenvolvessem estágios e período de residência no barco.

Em terra firme, programas dedicados à organização social e a direitos humanos, saneamento, educação, inclusão digital e comunicação, também são obras do Projeto Saúde e Alegria, instalado em Santarém em 1987.

Como essas, as ações de cidadania que vão ao encontro dos brasileiros que vivem isolados, ou marginalizados, nos dão mostras da garra do empreendedorismo social no país. Ainda bem!

* Homenagem a Engel Paschoal (7/11/1945 a 31/3/2010), jornalista e escritor, criador desta coluna.

Lucila Cano

Colunista especialista em temas relacionados ao 3º setor; assumiu a coluna em 9/4/2010



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos