UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Pais e Professores > DATAS COMEMORATIVAS

23 de abril

Dia do livro lembra as mortes de Shakespeare e Cervantes

Heidi Strecker*
Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação
Página 3

Diversão e cultura

No dia de São Jorge, o dia 23 de abril, os habitantes da Catalunha, na Espanha, revivem uma tradição muito bonita: a cada livro vendido uma rosa é dada de presente.

Esse costume é muito antigo, ninguém sabe dizer como começou. O que se sabe é que o livro merece nosso respeito e nosso amor.

Ninguém nasce gostando de ler. Ler é uma coisa que a gente aprende devagar e que leva com a gente para a vida toda. O livro é uma forma universal de transmissão de conhecimento. Por isto ele une culturas tão diferentes, países tão distantes entre si.

Em 1926 a Espanha resolveu comemorar o Dia do Livro no dia 23 de abril. Uma das razões para a escolha desta data é que no dia 23 de abril de 1616 dois dos maiores autores de todos os tempos morreram: o dramaturgo inglês William Shakespeare e o romancista espanhol Miguel de Cervantes.

Direitos autorais
O Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor foi criado em 1995, pela Unesco (Organização das Nações Unidas Para a Educação, a Ciência e a Cultura). Por causa disso, passamos a comemorar no mundo todo o Dia do Livro. E como livro não nasce em árvores, também se resolveu estender a comemoração ao direito daquele que escreve o livro: O autor! O autor é o poeta, o romancista, o cientista, o filósofo, o professor. É quem cria o conhecimento e também quem transmite este conhecimento.

O direito desses criadores é garantido por lei. Quem cria o livro tem direito a ter sua obra protegida e a receber por aquilo que criou. A obra tem que ser reconhecida como fruto do trabalho de alguém. Quando alguém copia um trecho de um livro ou faz fotocópias de uma obra, está ferindo o direito do autor.

E o leitor?
O amor pelos livros, que pode ir se desenvolvendo desde a infância, inclui o respeito por aqueles que deram sua contribuição ao progresso social e científico da humanidade. Mas, para que um livro chegue a nossas mãos, não basta que um autor o escreva. Muita gente trabalha para transformar uma obra num livro, como o tradutor, o ilustrador, o revisor, o diagramador, o editor, o distribuidor, o livreiro.

Mas fique sabendo que todos nós também ajudamos a criar os livros! Afinal, sem o leitor, eles não existiriam, não é mesmo?
»Saiba mais sobre o livro

Compartilhe:

    Receba notícias

    Lição de Casa Dicionários

    Aulete

    Português

    Houaiss

    Português

    Michaelis


    Tradutor Babylon


    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host