UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

PORTUGUÊS > DICAS DE PORTUGUÊS

Lembrar: direto ou indireto?

Por Thaís Nicoleti

“A maioria dos restaurantes utiliza cartazes lembrando os clientes que não se deve fazer barulho.”

O verbo “lembrar” admite algumas construções, cada qual em uma situação diferente. É preciso, portanto, verificar qual a mais adequada na situação que se apresenta.

“Lembrar” pode significar apenas “vir à memória”, um ato tão involuntário quanto o de “esquecer”. Nesse caso o mais apropriado – aliás, para ambos os verbos – é o emprego da forma pronominal. Assim:

Eu me lembro muito bem daquele dia.

Eu me esqueço de datas de aniversário.

Observe que, quando o verbo é pronominal (lembrar-se), seu complemento é introduzido pela preposição “de”. Assim: eu me lembro de, ele se lembra de, nós nos lembramos de etc. O mesmo vale para “esquecer-se”.

É essa forma do verbo “lembrar” (e do seu antônimo, “esquecer”) que se emprega quando o complemento é um verbo no infinitivo. Assim: “Ele não se lembrou de fazer o relatório” ou “Ele nunca se esquece de apagar as luzes”. Nesses casos, não é possível suprimir o pronome “se”.

O verbo “lembrar” também pode ser um transitivo direto, construído com complemento sem preposição. Assim:

Ele lembra o pai. (é parecido com o pai)

Tudo na casa lembrava o avô. (trazia à memória o avô)

No sentido de “informar”, “advertir” ou “prevenir”, constrói-se com o objeto direto de pessoa (pronomes oblíquos “o”, “a”, “os”, “as”) e com o indireto de assunto (encabeçado pela preposição “de”). Assim: “Lembrou-o de suas responsabilidades”. Foi exatamente esse o caso que confundiu o redator do trecho em epígrafe. Note que os cartazes têm a finalidade de “lembrar os clientes de algo”, ou seja, “lembrar os clientes de que não se deve fazer barulho”.

Veja, abaixo, o texto corrigido:

A maioria dos restaurantes utiliza cartazes lembrando os clientes de que não se deve fazer barulho.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Pegadinha Gramatical Dicionários

    Michaelis


    Tradutor Babylon


    Banco de Redações

    Redações avaliadas por uma equipe especializada em correção de prova de vestibular e Enem

    Revisão Testes e Simulados Revistas e Sites

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host