UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

PORTUGUÊS > DICAS DE PORTUGUÊS

"Menos pior" ou "menos mau"?

Por Thaís Nicoleti

"Sim, o São Paulo triunfou, porém pode-se afirmar que ontem foi apenas menos pior do que o Palmeiras, agora a longos nove pontos do G4."

É comum ouvir, mas em tom de brincadeira, a expressão “menos pior”. É algo como dizer “mais melhor de bom”, ou seja, só mesmo em tom de galhofa!

“Pior” é a forma empregada nas frases comparativas do tipo “ele é pior do que ela em matemática” (pior, nesse caso, quer dizer “mais mau”, “mais ruim”) ou mesmo “ele canta pior do que ela” (em que “pior” equivale a “mais mal”). Note-se: em português, não se diz “mais mau” ou “mais mal” – a forma “pior” substitui ambas as construções.

Quem se interessa por esse tema pode pesquisar nas gramáticas os graus do adjetivo, que são o comparativo e o superlativo. O comparativo, como o próprio nome já deixa claro, aparece em situações nas quais um adjetivo é atribuído a dois elementos em uma relação de comparação.

Se, por exemplo, o adjetivo for “pobre”, diremos que “fulano é tão pobre quanto sicrano” (comparativo de igualdade), que “fulano é mais pobre que sicrano” (comparativo de superioridade) ou que “fulano é menos pobre que sicrano” (comparativo de inferioridade). São, portanto, as palavras tão, mais e menos que determinam se o comparativo é de igualdade, superioridade ou inferioridade. Observe-se que as formas irregulares “melhor” e “pior” são do comparativo de superioridade.

Essas formas também são empregadas no grau superlativo relativo de superioridade. No grau superlativo relativo, temos um adjetivo atribuído a um ser que se relaciona não a outro, mas a um conjunto de seres ou à totalidade dos seres de sua espécie. Assim: “Fulano é o mais pobre da escola” (superlativo relativo de superioridade) e “Fulano é o menos pobre da escola” (superlativo relativo de inferioridade). Como vemos, a ideia de superioridade e a de inferioridade expressam-se pelas palavras “mais” e “menos”, respectivamente. Mais uma vez, teremos “melhor” e “pior” nas formas de superioridade: “Fulano é o pior de todos” (no sentido de “mais mau”) e “Fulano é o melhor de todos” (no sentido de “mais bom”).

Vemos, portanto, que “menos pior” seria equivalente a “menos mais mau”. Bastaria dizer “menos mau” ou mesmo “menos ruim”. Abaixo, o texto corrigido:

Sim, o São Paulo triunfou, porém pode-se afirmar que ontem foi apenas menos ruim do que o Palmeiras, agora a longos nove pontos do G4.
 

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Pegadinha Gramatical Dicionários

    Michaelis


    Tradutor Babylon


    Banco de Redações

    Redações avaliadas por uma equipe especializada em correção de prova de vestibular e Enem

    Revisão Testes e Simulados Revistas e Sites

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host