UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

PORTUGUÊS > DICAS DE PORTUGUÊS

Caldo de cana no caldo-de-cana

Por Thaís Nicoleti

A frase a seguir não é sobre futebol, mas se adapta perfeitamente a este momento de Copa do Mundo:

"Ele repõe as energias tomando um caldo de cana após os treinos"

O trecho fazia referência ao modo como o nadador brasileiro Kaio Márcio se recuperava das provas que disputava. O exemplo serve de pretexto para falar sobre a escrita de "caldo de cana", pergunta que me fizeram dia desses. A expressão vem com ou sem hífen? No sentido sugerido pela frase, sem hífen. Por que, então, os dicionários escrevem com o sinal ("caldo-de-cana")? Aí é que está a questão.

Existem dois usos diferentes. Caldo de cana, sem hífen, é o sumo extraído da cana. É o caso do exemplo que abre a coluna. Caldo-de-cana, com hífen, refere-se ao local onde é comercializado o caldo. Na definição do dicionário "Aurélio", é o "botequim onde se vende caldo de cana". O "Houaiss" vai na mesma linha: "botequim ou bar onde são servidos refrescos de caldo de cana".

Um pessoa bebe caldo de cana, que pode ser comprado num caldo-de-cana (fica estranho, mas é correto).

Um abraço,
Paulo Ramos

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Pegadinha Gramatical Dicionários

    Michaelis


    Tradutor Babylon


    Banco de Redações

    Redações avaliadas por uma equipe especializada em correção de prova de vestibular e Enem

    Revisão Testes e Simulados Revistas e Sites

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host