UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

PORTUGUÊS > DICAS DE PORTUGUÊS

Usar mal e fazer mau uso

Por Thaís Nicoleti

"Principal problema do Rio é a urbanização caótica e o mal uso dos recursos públicos", diz Debarati Guha-Sapir.

 

É mais comum o equívoco numa expressão como “mau uso” do que numa expressão como “mau aluno”. O motivo? É possível que isso esteja ligado ao fato de “uso” ser um substantivo abstrato (vem do verbo “usar”) e “aluno” ser um substantivo concreto.

Explica-se: ao empregarmos o verbo, dizemos “fulano usamal” (advérbio, contrário de “bem”), mas, ao empregarmos o substantivo, devemos usar o adjetivo: “mau uso”. A confusão entre usar mal e fazer mau uso deve ser o responsável por esse erro, ainda tão frequente. Continua valendo a antiga lição: mau/bom, mal/bem.

“Mal” também pode ser substantivo (a luta do bem contra o mal)  e até conjunção subordinativa temporal (mal entrou na sala, viu aquilo), indicando momento exato.

Abaixo, a correção do texto:

 

"Principal problema do Rio é a urbanização caótica e o mau uso dos recursos públicos", diz Debarati Guha-Sapir.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Pegadinha Gramatical Dicionários

    Michaelis


    Tradutor Babylon


    Banco de Redações

    Redações avaliadas por uma equipe especializada em correção de prova de vestibular e Enem

    Revisão Testes e Simulados Revistas e Sites

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host