Clima: Influência da latitude, altitude e albedo

Luiz Carlos Parejo

O clima estuda um dos quatro domínios globais: atmosfera, hidrosfera, litosfera e a biosfera. Os processos atmosféricos influenciam e são influenciados pelos outros processos naturais e por atividades humanas.

Para definir clima é necessário apresentar o tempo atmosférico, que pode ser definido como as condições de temperatura, umidade, pressão, estabilidade (sem nuvens) ou instabilidade (nublado ou com chuva) em um determinado lugar em certo dia. É como se tirássemos uma foto de uma pessoa, ela mostra a pessoa somente naquele instante.

O clima pode ser definido como a sucessão habitual de tempos atmosféricos ou a síntese do tempo atmosférico num dado lugar, durante um período de aproximadamente 30 a 35 anos. Podemos dizer que, provavelmente, no próximo verão, na maior parte do Brasil, estará mais quente e mais chuvoso (em áreas de clima tropical continental) ou menos chuvoso (como no litoral do Nordeste), pois isto ocorreu durante os últimos 30 a 35 anos no mínimo.

Quando estudamos o clima estamos preocupados em determinar as regularidades de temperatura, pressão e umidade (elementos climáticos), bem como os fenômenos irregulares, como o El Niño, por exemplo.

O clima é influenciado/determinado pelos fatores climáticos, entre os quais se destacam:

1) Latitude

Quanto maior a latitude (mais perto dos pólos - 90º norte ou sul), mais frio será. E quanto menor a latitude (mais perto do equador - 0º), mais quente será. Junto ao equador os raios solares são mais concentrados porque atingem uma área menor e nas grandes latitudes são dispersos pois atingem uma área bem maior.

Os raios solares sobre a Terra atingem a superfície de forma desigual. Por exemplo, entre os trópicos de Câncer e Capricórnio, o Sol atinge a superfície de forma perpendicular ou pouco inclinado, isto é, ao meio dia no hemisfério sul o Sol está exatamente sobre as nossas cabeças (no verão) ou um pouco inclinado para o norte (no inverno). Quem está muito próximo dos pólos, no verão, enxerga o Sol 24 horas por dia, mas ele está sempre inclinado e, mesmo ao meio dia, parece o Sol do início da manhã. No inverno não se vê o Sol.

2) Altitude

Quanto maior a altitude, mais frio será e quanto menor a altitude, mais quente. Isto ocorre, entre outros motivos, porque os raios solares chegam com certo comprimento de onda e ao refletirem de volta para o espaço mudam este comprimento. Além disso, nas baixas altitudes o ar é mais concentrado (maior densidade) e por isso tem maior capacidade de acumular calor, enquanto nas altas altitudes o ar é mais rarefeito e possui menor capacidade de armazenar calor. A altitude é tão importante para a determinação da temperatura que mesmo em áreas de baixa latitude podemos encontrar montanhas com neve eterna.

3) Albedo

O albedo é definido como o índice de reflexão dos raios solares. Quanto maior a reflexão, menor será o calor acumulado. Ao atingirem a superfície, os raios solares encontram diferentes materiais como o gelo ou o asfalto, o gelo é muito claro e por isso reflete a maior parte da energia solar (albedo de 50 a 70% e absorve 50 a 30%), a cidade é muito mais escura e reflete apenas de 14 a 18% (absorve 86 a 82% da energia solar). Consequentemente a cidade é muito mais quente que as superfícies brancas. Por sua vez, as florestas refletem de 3 a 10% e a água reflete de 2 a 4%.

Luiz Carlos Parejo é professor de geografia.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos