Voz passiva: Sujeito vira agente

Da Página 3 Pedagogia & Comunicação
(Atualizado em 25/06/2014, às 17h33)

Como assim - agente da passiva?

Na verdade, agente da passiva é um termo integrante da oração. Ele só está presente quando a oração está na voz passiva. Vamos entender melhor.

A seguinte oração está na voz ativa:

  • Branca de Neve mordeu a maçã envenenada.

    Quando uma oração está na voz ativa, o sujeito gramatical também é o agente da ação. Veja bem: foi de fato Branca de Neve quem comeu a maçã envenenada. Esquematizando:

    Branca de Neve mordeu a maçã envenenada.
    sujeito verbo transitivo direto objeto direto
    Existe, no entanto, um outro modo de afirmar o mesmo fato. Veja bem!
     
  • A maçã envenenada foi mordida por Branca de Neve.

    O sentido desta oração é exatamente o mesmo da oração anterior. Embora a informação seja a mesma, a estrutura gramatical é um pouco diferente. Nesse exemplo, a oração está na voz passiva.
    A maçã envenenada foi mordida por Branca de Neve.
    sujeito verbo na voz passiva agente da passiva
    Nas orações na voz passiva, não é o sujeito que pratica a ação, mas o agente da passiva. Portanto:
    Agente da passiva é o termo integrante da oração que, na voz passiva, indica a pessoa ou a coisa que praticou a ação.
    O mundo dos contos de fada traz um outro exemplo.
    Ali Babá pronunciou as palavras mágicas.
    sujeito   objeto direto
    As palavras mágicas foram pronunciadas por Ali Babá.
    sujeito   agente da passiva
    Observe como o sujeito (na voz ativa) transforma-se em agente da passiva (na voz passiva) e como o objeto direto (na voz ativa) transforma-se em sujeito (na voz passiva).

    Vamos ver outros exemplos.
     
  • voz ativa: Peter Pan derrotou o Capitão Gancho.
  • voz passiva: O Capitão Gancho foi derrotado por Peter Pan.

    agente da passiva: por Peter Pan
     
  • voz ativa: Alice seguiu o Coelho Branco.
  • voz passiva: O Coelho Branco foi seguido por Alice.

    agente da passiva: por Alice

    Mas - que peninha ! - você já deve ter deduzido que nem todas as orações na voz ativa podem ser convertidas para a voz passiva.

    Só podem ser convertidas as orações formadas por verbos transitivos diretos e completadas por objeto direto. A razão é muito simples: é o objeto direto que vai se transformar em sujeito na voz passiva.

    E agora um último exemplo:
     
  • Os contos de fada nos encantam.

    Ou seja:
     
  • Nós somos encantados pelos contos de fada.

    Qual o agente da passiva? Pelo que somos encantados?

    Pelos contos de fada, é lógico.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos