UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

História Geral

Renascimento (2)

Características do movimento

Valéria Peixoto de Alencar*
Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação
O humanismo foi de fato a mola propulsora das características da arte nesse período. Dele advêm características como racionalidade, dignidade do ser humano, rigor científico e reutilização da estética greco-romana.
Basílica de São Pedro, Roma
Basílica de São Pedro, Roma.
Veja implicações dessa idéia em diferentes manifestações artísticas:

  • Na pintura
  • A precisão no desenho, a perspectiva, o "sfumato" (técnica que possibilita o sombreado de claros e escuros) e o realismo.

    Por conta do humanismo e do ideal de liberdade predominante naquele período, o artista renascentista teve a oportunidade de expressar suas idéias e sentimentos sem estar submetido à Igreja. Poderia criador e deixar marcas de seu estilo pessoal, diferenciando-se dos artistas medievais.

    Os principais pintores foram: Botticelli, Leonardo da Vinci, Michelangelo e Rafael.

  • Na escultura
  • Representação do homem tal como ele é, proporção da figura mantendo a sua relação com a realidade, profundidade e perspectiva e estudo do corpo e do caráter humano.

  • Na arquitetura
  • As construções renascentistas são bastante diferentes das medievais. Compare, por exemplo, a Basílica de São Pedro, do século 16 (foto acima), com a Abadia de Westminster, gótica - estilo típico da idade média.
    Abadia de Westminster
    Abadia de Westminster, em Londres.

    No templo de Londres, as torres são muito altas, para lembrar ao homem como ele é "pequeno" diante de Deus. A abadia londrina tem linhas verticais, enquanto a basílica do Vaticano prefere linhas horizontais.

    Na Basílica de São Pedro notam-se colunas e capitéis (parte superior da coluna) suspensos, clara influência greco-romana. Outras características da arquitetura renascentista são as janelas de dupla abertura, os alto-relevos, as cúpulas e os arcos de volta perfeita.

    A basílica em Roma é o maior exemplo da arquitetura desse período. A construção iniciou-se em 1506 e seu primeiro arquiteto, Rafael, projetou uma planta em forma de cruz grega, com ampla e elevada cúpula central.

    Mais tarde, Rafael alterou-a, dotando-a de uma forma retangular ou basilical. O projeto da cúpula foi de Michelangelo, mas ela foi terminada por Giacomo Della Porta.

    *Valéria Peixoto de Alencar é historiadora formada pela USP e cursa o mestrado em Artes no Instituto de Artes da Unesp.

    Compartilhe:

      Receba notícias

      Biografias Datas Comemorativas Revistas e Sites Revisão Testes e Simulados Vídeos

      Porta Curtas

      Procure um filme por tema, nome do diretor, ano de produção ou outra palavra-chave

      Dicionários

      Aulete

      Português

      Houaiss

      Português

      Michaelis


      Tradutor Babylon


      Shopping UOL

      Hospedagem: UOL Host