Brasil: 8 em 10 professores da educação básica são mulheres

Simone Harnik
Da Redação do Todos Pela Educação*

As mulheres compõem 81,5% do total de professores da educação básica do país. Em todos os níveis de ensino dessa etapa, com exceção da educação profissional, elas são maioria lecionando. De acordo com dados da Sinopse do Professor da Educação Básica, divulgada pelo MEC (Ministério da Educação) no fim de 2010, existem quase 2 milhões de professores, dos quais mais de 1,6 milhão são do sexo feminino.

Esse percentual pode ser explicado historicamente, como aponta a socióloga Magda de Almeida Neves, da PUC-Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais). Segundo ela, a sociedade brasileira associa a função do professor a características geralmente consideradas femininas, como a atenção, a delicadeza e a meiguice.


Esses predicados são comumente associados aos de uma mãe e, para possuí-los não é necessário qualificação profissional. Com isso, os salários do magistério podem ter sofrido impactos, se desvalorizando frente a outras profissões e  fazendo com que a Educação permaneça como um "gueto feminino no mercado de trabalho", nas palavras de Magda.

Divisão nos níveis de ensino
Nas creches, as mulheres ocupam 97,9% das vagas de professor – isso significa que, a cada cem docentes, apenas dois são homens nessa etapa. Por outro lado, na educação profissional (o ensino técnico), as mulheres perdem para os homens em número: elas são 45,8%.

Só no ensino fundamental a população de professoras soma mais de 1,1 milhão – um total que equivale praticamente à população total de Roraima e do Amapá juntas.

Divisão de profissionais da Educação por etapa de ensino (Fonte: MEC)

  Homens no magistério Homens no magistério (%) Mulheres no magistério Mulheres no magistério (%)
Educação básica 365.395 18,5% 1.612.583 81,5%
Educação infantil 11.284 3,0% 358.414 97,0%
Creches 2.682 2,1% 124.975 97,9%
Pré-escola 10.054 3,9% 248.171 96,1%
Ensino fundamental (EF) 245.245 17,8% 1.132.238 82,2%
Anos iniciais de EF 66.416 9,2% 655.097 90,8%
Anos finais de EF 207.942 26,5% 575.252 73,5%
Ensino médio 165.784 35,9% 295.758 64,1%
Educação profissional 31.930 54,2% 26.968 45,8%
Educação especial 2.444 7,3% 31.150 92,7%
Educação de jovens e adultos 74.910 28,6% 186.605 71,4%

Concentração nas etapas iniciais
As mulheres estão em maior proporção nos anos iniciais da educação de uma criança. Conforme as etapas de ensino vão avançando, mais homens passam a lecionar. Isso acontece, segundo Magda, sobretudo porque, no decorrer do ensino formal, diminui a associação do magistério com uma função essencialmente feminina e os salários também se elevam.

*O Todos Pela Educação é um movimento que congrega a sociedade civil, educadores e gestores públicos pela exigência de uma educação básica de qualidade para crianças e jovens



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos