Servidores de universidades federais em greve participam de reunião com o governo nesta tarde

Do UOL, em São Paulo

Após dar por encerrada a negociação com os professores de universidades federais em greve, o Ministério do Planejamento começa a negociar com os servidores técnico-administrativos das instituições federais nesta segunda-feira (6).

A reunião com integrantes da Fasubra (Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Públicas Brasileiras) e do Sinasefe (Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica) está marcada para as 17h. O MEC (Ministério da Educação) também participa do encontro. 

Segundo Gibran Ramos Jordão, coordenador geral da Fasubra, a categoria espera que o governo apresente uma contraproposta - uma vez que os sindicatos já entregaram a pauta de reivindicações- e inicie, de fato, a negociação. Os servidores estão em greve desde o dia 11 de junho. 

Segundo a Fasubra, todas as 59 universidades federais são afetadas pela paralisação. Entre as reivindicações específicas da categoria estão o reajuste salarial, a racionalização dos cargos, reposicionamento dos aposentados e a isonomia salarial e de benefícios entre os três poderes. Na pauta geral, a categoria pede o fim da terceirização, o investimento de 10% do PIB (Produto Interno Bruto) em educação e a implantação da jornada de trabalho de 30h sem redução de salário.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos