Ensino médio em colégios de excelência de SP custa de R$ 0 a R$ 2.600 mensais

Claudia Emi Izumi
Do UOL, em São Paulo

Ensino de qualidade e atividades extracurriculares são alguns dos diferenciais na formação que ajudam estudantes a entrarem em renomadas universidades. Para os pais, que pagam as mensalidades, fica a dúvida sobre quanto terão de investir na educação de seus filhos para aumentar as chances de um bom desempenho.

O UOL Educação fez um levantamento com as escolas paulistas que apresentaram os melhores resultados no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em 2010, dados mais recentes disponíveis, e encontrou mensalidades que chegam aos R$ 2.600 para alunos do 1° ano do ensino médio.

No entanto, na lista de treze nomes aparecem também dois colégios públicos e gratuitos, a Etesp (Escola Técnica Estadual de São Paulo), em São Paulo, e o Colégio da Embraer (Colégio Engenheiro Juarez de Siqueira Britto Wanderley), em São José dos Campos.

A maior parte das instituições estão na capital, mas há também escolas em Guarulhos, Jundiaí, Valinhos, Ribeirão Preto e São José dos Campos.

A pesquisa mostrou também que, fora o obstáculo financeiro, ingressar em um colégio de excelência diretamente no ensino médio pode exigir muito estudo, já que há exigência de prova. As públicas, claro, são mais concorridas.

O levantamento aponta ainda alguns diferenciais da escola em relação ao currículo básico exigido pelo MEC (Ministério da Educação) e elenca os esforços feitos para que os estudantes estejam preparados para o Enem e os grandes vestibulares.

As escolas públicas e particulares têm em comum uma grade multicurricular extensa. Além das disciplinas obrigatórias, há atividades complementares que trabalham a capacidade do aluno como um todo. Foi-se o tempo em que se exigia o conhecimento de matérias básicas.

Hoje o estudante do ensino médio precisa estar por dentro de temas da  atualidade e desenvolver suas habilidades em aulas como oratória e robótica.

Ensino fundamental

O balanço indica, ainda, quais escolas possuem também ensino fundamental ou infantil, e os valores das mensalidades, já que na mais tenra idade se inicia a preparação para os grandes vestibulares.

Para essa idade, as escolas não exigem avaliação de desempenho para o ingresso, basta que existam vagas e, às vezes, entrevista com os pais e a criança.

O currículo dessas escolas para alunos de 1° ano ao 9° ano do ensino fundamental também é extenso, pode incluir esportes, aulas de teatro, voluntariado, reforço de alguma matérias, entre outras coisas.

 

Planejamento

Com base neste raio-X que os pais podem se planejar para matricular o filho em uma instituição de excelência. As privadas, por exemplo, costumam cobrar entre 12 e 13 mensalidades

Para que o gasto caiba no orçamento doméstico, uma alternativa são as bolsas de estudo oferecidas pelas próprias instituições ou pelo iSmart (Instituto Social Para Motivar, Apoiar e Reconhecer Talentos). Descontos também podem ser oferecidos para casos específicos, mas com consulta prévia à escola.

 

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos