Mensalidade das dez melhores escolas do Enem 2011 vai de R$ 0 a R$ 3.253

Do UOL*, em São Paulo, em Belo Horizonte e em Natal

As mensalidades das dez instituições que obtiveram o melhor desempenho por escolas no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2011, divulgado na quinta-feira (22), vai de R$ 0 a R$ 3.253.

Enem por Escola 2011

A única instituição pública entre as dez melhores escolas do Enem 2011 é o Coluni (Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Viçosa), em Minas Gerais, que aparece na 8ª posição. Gratuito, o candidato passa por rigorosa seleção para se inscrever na instituição, com um exame escrito com questões das disciplinas básicas e redação escrita.

Essa seleção é comum nos colégios de elite do ensino público, apenas 78 entre as mil escolas mais bem colocadas no Enem por Escola 2011.

O mais caro do top 10 é o Colégio Vértice Unid. II, de São Paulo, que ficou em quarto lugar no ranking geral, com a nota 714,99. Os pais de alunos do 3° ano do ensino médio pagam R$ 3.253 mensais. Como critério de seleção, a instituição aplica uma prova de conhecimentos gerais.

Já o primeiro do ranking de notas, o Colégio Objetivo Integrado, de São Paulo, possui mensalidade de R$ 1.802 para os alunos do 3º ano do ensino médio. No entanto, o ingresso do candidato está submetido a avaliação de orientadores educacionais da rede. O colégio é conhecido por receber estudantes que participam de Olimpíadas do conhecimento. 

O mais barato entre os dez mais bem colocados é o Instituto Dom Barreto, de Teresina (PI), sexto lugar do Enem 2011 com a nota 707,07. Lá, os alunos do último ano do ensino médio pagam mensalidade no valor de R$ 780. 

CONFIRA A MENSALIDADE DAS 10 MELHORES ESCOLAS NO ENEM 2011

Escola Rede Cidade

Mensalidade do 3ºano do Ensino Médio

Nota
OBJETIVO COLÉGIO INTEGRADO Privada São Paulo (SP) R$ 1.802 737,15
COLÉGIO ELITE VALE DO AÇO Privada Ipatinga (MG) R$ 845 718,88
COLÉGIO BERNOULLI - UNIDADE LOURDES Privada Belo Horizonte (MG) R$ 1.188 718,18
VÉRTICE COLÉGIO UNID II Privada São Paulo (SP) R$ 3.253 714,99
COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE Privada Fortaleza (CE) R$ 919 710,54
INST DOM BARRETO Privada Teresina (PI) R$ 780 707,07
INTEGRADO DE MOGI DAS CRUZES OBJETIVO COLÉGIO Privada Mogi das Cruzes (SP) R$ 1.548 706,12
COL DE APLICACAO DA UFV - COLUNI Federal Viçosa (MG) Gratuito 704,28
COLÉGIO SANTO ANTONIO Privada Belo Horizonte (MG) R$ 979 702,31
COL DE SAO BENTO Privada Rio de Janeiro (RJ) R$ 2.349 702,16

Este ano, segundo o MEC, as notas da redação foram desprezadas para o cálculo da média geral. Só estão sendo consideradas as notas das provas objetivas.

Participam do cálculo apenas as escolas que tiveram no mínimo 10 estudantes inscritos no exame em 2011, declarados no Censo Escolar e as que seus participantes representaram pelo menos 50% do total de estudantes que irão concluir o ensino médio na instituição de ensino.

Média geral cai

A nota média geral do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2011 por escola foi 494,8, 16,4 pontos menor que a nota média registrada em 2010 (511,21). As médias foram divulgadas pelo MEC (Ministério da Educação) nesta quinta-feira (22).  Segundo o ministro Aloizio Mercadante, isso se deve à retirada da redação do cálculo das notas.

De acordo com o ministro Aloizio Mercadante, a média das escolas privadas é 569,2, contra 474,2 das instituições públicas - uma diferença de 95 pontos. Participaram do Enem 2011 891.070 estudantes de escolas públicas e 246.743 de particulares. Só foram consideradas as provas corrigidas pela TRI (Teoria de Resposta ao Item).

Renda

Entre os alunos que fizeram a prova, a maioria é proveniente de famílias com renda per capita de um a cinco salários mínimos, totalizando 83,86%.

"O Enem não é um ranking de avaliação entre escolas. Ele é uma avaliação dos alunos, dos estudantes. Portanto, é insuficiente como avaliação do estabelecimento escolar, mesmo porque temos escolas cuja natureza é muito distinta", afirmou o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, durante a divulgação dos números.

"Os melhores alunos da rede pública têm um desempenho médio superior que a rede privada", destacou o ministro. As escolas com melhor desempenho, nas palavras de Mercadante, "são colégios com poucos alunos, de tempo integral, que selecionam os alunos [que a frequentam]".

(*Com reportagem de Camila Campanerut, do UOL, em Brasília)

Últimas de Educação

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos