Polícia investiga vídeo de sexo com menina de 11 anos em escola de Teresina

Aliny Gama
Do UOL, em Maceió

A Polícia Civil do Piauí está investigando a autoria de um vídeo que mostra uma menina de 11 anos praticando sexo oral em dois adolescentes, de 13 e 14 anos, ao lado da quadra de esportes da Escola Municipal Parque Itararé, em Teresina. As imagens começaram a ser divulgadas na escola no dia 29 de outubro, por meio de celulares dos alunos. Depois disso, o secretário de educação de Teresina, Paulo Machado, entregou o cargo, alegando motivos pessoais.

A direção da escola afirma que a filmagem foi feita no dia 16 de outubro após encerramento do turno, e os alunos estavam sendo liberados às 16h, após a aplicação de provas,

Nesta quinta-feira (5), a delegada responsável pelas investigações, Rejane Borges Piaulino, da DSPM (Delegacia de Segurança e Proteção ao Menor), deverá colher novos depoimentos para anexar ao inquérito que foi aberto para apurar o caso.

“Já foram colhidos depoimentos dos envolvidos, além dos pais, alguns responsáveis pela escola, mas as investigações continuam com outras pessoas que estão sendo chamadas pela delegada. É um caso complicado porque envolve uma menina de 11 anos e dois adolescentes da mesma faixa etária dentro de uma escola”, disse a agente de polícia Lucia Maria, destacando que a DSPM “está tomando todas as providências cabíveis para oferecer a denúncia à promotoria da criança e do adolescente.”

A direção da escola afastou temporariamente os alunos envolvidos no episódio, mas informou que eles já retornaram as atividades escolares para não terem o ano letivo prejudicados.

Reunião e saída do secretário

No último dia 27, um encontro reuniu os pais dos estudantes envolvidos, representantes do Conselho Tutelar 2, além de responsáveis pela da DPCA. O diretor da escola Solistício Melão de Oliveira informou que logo tomou conhecimento do caso suspendeu os alunos “para preservá-los de bullying” e afirmou que a unidade está dando apoio psicológico aos envolvidos.

Segundo a direção do Escolão, a unidade tem 750 estudantes matriculados por turno e possui apenas um vigilante. Um dia depois da renúncia de Paulo Machado, o prefeito Elmano Férrer empossou um novo secretário de Educação, Pádua Carvalho. Durante a posse, nenhuma das autoridades comentou o assunto.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos