UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Pais e Professores > PLANOS DE AULA

Página 3

Português

Verbos: texto e contexto

Lílian Campos*
Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação

Objetivos


  • Formalizar o estudo dos verbos, propondo aos estudantes compreender seu uso conforme os critérios de adequação aos tempos, modos e flexões verbais.

  • Propiciar o contato com a língua padrão, levando em conta ainda os possíveis registros informais que caracterizam o uso cotidiano da língua, pois estes também devem ser considerados no processo de ensino/aprendizagem. Esta proposta de análise contrastiva - registro padrão e registro informal - permite compreender melhor a comunicação em seus diferentes níveis, favorecendo o exercício de expressão tanto oral quanto escrita.

    Ponto de Partida


    Uma das dificuldades observadas quando da aprendizagem dos verbos refere-se justamente à complexidade que representa para os estudantes, de uma maneira geral, "memorizar" ou "decorar" tempos verbais e outros elementos associados ao tema.

    É essencial, portanto, que a abordagem dos verbos principie pela compreensão do seu uso num dado contexto, isto é, partindo-se de um documento original - um artigo, uma reportagem, etc. - propõe-se uma análise das funções assumidas pelos verbos na estrutura de um texto.

    Estratégias


    1. Em primeiro lugar, sugere-se ao professor distribuir para cada um dos alunos um pequeno texto, de publicação recente - extraído de um jornal, revista, etc. - com espaços em branco onde deveriam achar-se os verbos.

    2. Em seguida, pedir ao grupo para que faça uma leitura global do texto, identificando seu tema em linhas gerais, onde e quando foi publicado, seu autor, se houver imagem(ns), como ela(s) pode(m) estar interligada(s) ao texto, etc.

    3. Feita essa leitura global, solicitar ao grupo que identifique qual o elemento que falta no texto (aqui se espera que eles sejam capazes de apontar "os verbos").

    4. No momento seguinte, propor aos aprendizes reunirem-se em pequenos grupos (de três ou quatro) a fim de discutirem possibilidades para completar os espaços em branco com verbos que possam dar sentido às orações e ao texto como um todo. O tempo estimado para esta atividade é de 15 minutos.

    5. Cada grupo deve ler "seu texto" e, uma vez que todos foram apresentados, o professor deve orientar um debate sobre as construções realizadas, reforçando o(s) sentido(s) que o texto ganhou após a intervenção dos estudantes, o porquê de suas preferências por determinados verbos e tempo(s) verbal(ais). Estimular o compartilhamento de opiniões neste momento é fundamental para que todos no grupo tenham a oportunidade de contribuir com suas impressões, mesmo que eventualmente algumas construções não correspondam ao uso da língua padrão ou possam comprometer o entendimento do texto. É este um dos objetivos deste exercício: permitir que os alunos tragam seu conhecimento prévio de mundo e possam inseri-lo no contexto da sala de aula.

    6. Realizado o debate, pede-se que o professor distribua para todos o texto original, completo, e peça aos grupos para compararem sua "versão" com aquela que acabam de receber (estimar em torno de cinco a dez minutos para esta atividade).

    7. Por fim, o professor deve observar que os verbos exercem função determinante para a compreensão de certas informações do texto, a exemplo de quando se realizam as ações (tempo); quem as realiza (pessoa); e em que plano (hipotético, a ser ou já realizado, provável, etc.) os eventos situam-se (modo). Neste momento, o professor pode, e deve, contar com o apoio dos aprendizes para identificar estes elementos no texto.

    Atividade de Fechamento


    O professor deve solicitar a todos que realizem a leitura de um texto de sua escolha (uma notícia, uma biografia, uma publicidade, etc.) e o tragam para a aula seguinte.

    A proposta é aprofundar a abordagem sobre verbos, levando em conta seus diferentes usos nos documentos selecionados pelos alunos.

    Desse modo, caberá ao professor a tarefa de orientá-los a investigar, formular hipóteses e propor idéias acerca do porquê do uso de certos tempos, pessoas e modos verbais. Além disso, os textos poderão conter registros formais e informais, o que contribui para uma análise sobre a adequação ao contexto de produção de um dado discurso.


    *Lílian Campos, formada em Letras, é professora de língua francesa na PUC-PR e na UFPR, com atuação também no ensino de língua portuguesa.
  • Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

    Compartilhe:

      Receba notícias

      Inglês com a BBC Dicionários

      Aulete

      Português

      Houaiss

      Português

      Michaelis


      Tradutor Babylon


      Lição de Casa

      Shopping UOL

      Hospedagem: UOL Host