Árvore genealógica

Cristina Faganeli Braun Seixas

Objetivos

1) Descobrir uma linguagem científica e reconhecê-la;

2) Verificar a importância da representação de dados das informações genéticas e interpretá-las.

Comentário

É de suma importância que os alunos saibam como ocorre a transmissão das informações genéticas e também que estas podem ser representadas através de uma linguagem específica.

Estratégias

1) O professor pedirá a um aluno que faça a leitura em voz alta de um texto referente ao assunto. Esse texto pode trazer informações sobre como são transmitidas algumas características genéticas, como, por exemplo, o formato do lóbulo da orelha, a capacidade de enrolar a língua ou não, etc.;

2) Os alunos deverão avaliar as informações prévias com os colegas, elaborando um mapa conceitual como forma de registro;

3) O professor apresentará os símbolos utilizados no heredograma, como os símbolos abaixo:

4) O professor poderá propor uma situação-problema, a fim de que seja solucionada e justificada com a utilização do heredograma;

5) A questão abaixo poderá representar a situação problema: "Um casal, ambos de olhos castanhos, teve quatro filhos, sendo que três deles nasceram com olhos castanhos e o outro nasceu com olhos azuis. Como se explica esta situação? É possível (geneticamente) que isto ocorra? Como se justifica tal fato? Esquematize o heredograma demonstrando os genótipos e os fenótipos de cada um dos envolvidos."

Sugestão

O professor pode solicitar que os alunos realizem a construção da árvore genealógica de sua família, ressaltando alguma característica genética.

Cristina Faganeli Braun Seixas
é bióloga e professora da Fundação Bradesco (Unidade I - Osasco)

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos