Sistema imunológico

Cristina Faganeli Braun Seixas

Objetivos

- Aprender sobre a importância do sistema imunológico (defesa do organismo contra agressões que se originam no meio ambiente ou em nosso próprio corpo).

- Abordar o tema utilizando linguagem específica: linfócito, macrófago, sistema imunológico, antígeno etc., conceituando os termos.

- Mostrar como funciona o sistema imunológico ao agir contra um antígeno.

- Estimular a linguagem corporal para explicação de conteúdos específicos.

- Incentivar a criatividade e a autoavaliação.

Comentários

O sistema imunológico tem como função defender o organismo contra agressões. Ao sofrer a invasão de um elemento estranho, ele tenta garantir a imunidade do nosso organismo, aumentando nossa capacidade de resistir às doenças.

Nosso organismo possui mecanismos de defesa que podem ser classificados como: geral ou inespecífico - e específico. O sistema específico age contra o antígeno ("corpo estranho"), enquanto o inespecífico é formado por uma série de barreiras, tais como: pele, pelo, saliva, muco, cera do ouvido, pH da vagina, acidez do estômago, entre outras (elas protegem o corpo de qualquer material ou microrganismo estranho).

Se as barreiras forem ultrapassadas pelo invasor, a reação imunológica geral pode evoluir, ativando assim o sistema específico. Nesse caso, os glóbulos brancos (leucócitos) são ativados e os macrófagos passam a buscar antígenos para reconhecer os invasores. Em seguida, transmitem a informação a outro grupo da defesa, os linfócitos T4. Estes liberam substâncias químicas que ativam os linfócitos B e os T8. Os linfócitos B transformam-se em células produtoras de anticorpos, enquanto os T8 atuam nas células que estiverem infectadas, combatendo assim o invasor.

Nem sempre nosso corpo ganha essa batalha, pois podem ocorrer falhas no sistema imunológico, como no caso dos portadores do vírus HIV.

Estratégias

1. O professor escreverá na lousa palavras-chave - leucócito, macrófago, sistema imunológico, antígeno, anticorpo etc. - e pedirá aos alunos que busquem as respectivas definições e estabeleçam relações entre os conceitos.

2. Em seguida, o professor divide a sala em grupos de 8 alunos aproximadamente, lançando o seguinte desafio:

a) Explicar oralmente cada um dos conceitos e estabelecer a relação existente entre eles.

b) Discutir e organizar uma apresentação, sendo que ela não deve conter nenhuma fala, ou seja, o grupo representará a batalha do sistema imunológico utilizando linguagem corporal, músicas, vestimentas, objetos, danças etc.

3. Pedir ao grupo que elabore um roteiro, distribuindo as funções de cada um dos seus membros.

4. Os alunos devem ter tempo para explorar a própria criatividade e ensaiar.

5. Marcar uma data para a apresentação na sala.

6. Depois de os trabalhos terem sido apresentados, discutir com a classe como foi a experiência de apresentar um tema sem utilizar a linguagem verbal.

7. Os alunos devem ser convidados a fazer uma autoavaliação.

Dicas

O professor poderá questionar o que ocorre quando o vírus HIV entra no corpo humano:

- Por que o sistema de defesa não consegue combater o vírus?

- Como o vírus HIV age em nosso corpo?

- Como uma mãe grávida, portadora de AIDS, não passa a doença para o bebê?

Cristina Faganeli Braun Seixas
é bióloga e professora da Fundação Bradesco (Unidade I - Osasco).

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos