Bipartidarismo

Érica Alves da Silva

Introdução

Conhecer o principal fator que garantiu ao regime militar a fachada de "regime democrático" é fundamental para que os alunos saibam das diferentes ações dos militares durante a ditadura. Além disso, se a aula for ministrada em um período de eleições, permite a reflexão sobre a importância de se viver sob o pluripartidarismo, ampliando a consciência dos alunos no que se refere às suas escolhas eleitorais.

Objetivos

1. Conhecer o conceito de bipartidarismo e suas implicações na história brasileira durante o regime militar.

2. Conhecer o significado dos Atos Institucionais.

3. Identificar as ações do MDB e da ARENA na política nacional.

4. Analisar, comparativamente, os sistemas bipartidário e pluripartidário.

5. Conhecer as funções dos três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.

Estratégias

1. No âmbito dos estudos sobre as limitações das liberdades e dos direitos individuais dos brasileiros, discuta com os alunos qual a função da existência dos vários partidos que compõem a cena política nacional atualmente. Ouça suas opiniões e registre na lousa todas as conclusões da sala. É importante que o que ficar registrado seja uma escolha da maioria. Isso mostrará aos alunos, na prática, um dos pilares da democracia, desrespeitado durante a ditadura.

2. Discuta com a classe sobre a importância de se respeitar a vontade da maioria e, ao mesmo tempo, exponha como o bipartidarismo foi fundamentado pelos Atos Institucionais nº 2 e nº 4.

3. Explique aos alunos, fazendo uso de esquemas na lousa, como as modificações na legislação eleitoral favoreceram, inicialmente, a ARENA E como, posteriormente, outros fatores (por exemplo, a crise econômica) acabaram favorecendo o MDB.

4. Recomende a leitura do texto Bipartidarismo - Sistema vigorou durante a ditadura militar. Ele permitirá a retomada de todas as questões estudadas em classe.

5. Apresente aos alunos as bases da teoria dos três poderes. E faça comparações entre o presente e o período ditatorial.

Atividade

1. Divida a turma em grupos compostos por, no máximo, 5 alunos. Peça que façam a simulação de um programa de entrevistas, com perguntas e respostas que possam explicar as diferenças entre bipartidarismo e pluripartidarismo. Deixe que os grupos ensaiem e depois organize a apresentação das equipes.

Sugestão

Para estudos sobre o período recomenda-se a leitura da obra O Brasil republicano: o tempo da ditadura, de Jorge Ferreira e Lucília Delgado, Editora Civilização Brasileira, 2004.

Érica Alves da Silva
é historiadora.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos