Figuras de linguagem

Patrícia Cordeiro Sbrogio

Objetivos

1) Reconhecer a função das figuras de linguagem na construção de sentidos dos textos.

2) Conceituar e exemplificar as principais figuras de linguagem.

Ponto de partida

Sugestão de cartas para a montagem do jogo:

Metáfora
Consiste no emprego de uma palavra em sentido que não lhe é próprio, resultante da relação de semelhança entre dois termos.
"Meu verso é sangue."
(Manuel Bandeira)
Comparação
Consiste em aproximar dois termos, a partir de uma característica comum. Faz uso de conectivos: como, tal qual, que nem, etc.
"Pois fui visitar uma amiga cuja filha adolescente, de 14 anos, tem o rosto de um anjo de catedral, mas se veste de preto, como um morcego."
(Walcyr Carrasco)
Antítese
Consiste na aproximação de termos com sentidos opostos.
"Sol e lua,
Noite e dia.
Sou o fui
E o serei..."
(Carlos Queiroz Telles)
Hipérbole
Consiste em expressar uma idéia com exagero, a fim de enfatizá-la ou destacá-la.
"Rios te correrão dos olhos, se chorares."
(Olavo Bilac)
Metonímia
Consiste no emprego de uma palavra por outra, com a qual tem uma relação de interdependência, proximidade.

Gosto de ler Fernando Sabino. (autor pela obra)

Personificação ou Prosopopéia
Consiste em atribuir características humanas a seres inanimados ou irracionais.

"A lua foi ao cinema
passava um filme engraçado.
A história de uma estrela
Que não tinha namorado."
(Paulo Leminski)

Eufemismo
Consiste no emprego de palavra ou expressão agradável para amenizar uma idéia desagradável ou grosseira.

"Quando a Indesejada das gentes chegar (Não sei se dura ou caroável),
Talvez eu tenha medo [...]"
(Manuel Bandeira)

Montagem

É necessário colar as folhas do jogo em cartolina ou papelão, depois recortar as cartas com nomes, conceitos e exemplos, embaralhar e colocar em envelopes diferentes. Os próprios alunos podem montar cada jogo e até redigir as regras - e, quem sabe, definir pontuação e "castigos".

Estratégias

1) Ler diferentes textos e mostrar os efeitos de sentido produzidos pelo uso das diferentes figuras de linguagem.

2) Organizar os alunos em pequenos grupos e entregar um envelope com os nomes das figuras de linguagem, outro com os conceitos e outro com os exemplos. Em seguida, orientar os alunos sobre a importância de retomar as anotações do início da aula e ler atentamente os exemplos para determinar a figura predominante em cada um deles. Os alunos deverão relacionar cada figura com o conceito e o exemplo adequado.

3) Depois da montagem do jogo, os grupos podem apresentar suas conclusões e produzir síntese ou painel sobre o estudo realizado.

Comentários

A partir dessa sugestão, os alunos podem realizar pesquisas sobre o tema, criar seus próprios jogos e trazer poemas, letras de música e outros textos de interesse para discutir com a turma os usos das figuras de linguagem.

Patrícia Cordeiro Sbrogio
é formada em letras pela Universidade de São Paulo e é professora de língua portuguesa na rede particular de ensino do Estado de São Paulo.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos