Vocábulos indígenas

Ana Rosa Silva

Objetivo

Estudar as palavras de origem indígena presentes na língua portuguesa e seu significado.

Estratégia

Audição do conto "Como nasceram as estrelas", de Clarice Lispector, narrado por Rosita Thomas Lopes.

Atividades

1) A turma poderá ser dividida em três grupos. Após ouvir o conto, os alunos devem fazer uma leitura em voz baixa, buscando identificar palavras de origem indígena (que são: taba, curumim e cipó).

2) Cada grupo será responsável por identificar o significado da palavra encontrada. Com o dicionário em mãos, procurarão a etimologia das palavras encontradas.

3) Pedir que, além dessas palavras, façam uma lista de outras que julguem ser da mesma origem. Em caso de dúvida, consultar o dicionário.

Dicas

A seguir, uma lista de palavras indígenas, sua escrita e seus significados:

- Abacaxi - Ibá-cachi: fruta cheirosa, rescendente.

- Anhangabaú - anhangaba-ú: o bebedouro das diabruras, rio de águas maléficas.

- Bauru - ybá-urú: o cesto de frutas.

- Boipeba - mboy-peba: a cobra que se achata quando acuada.

- Buriti - mbiriti: árvore que destila líquido, palmeira.

- Caboclo - cabôco, caá-boc: procedente do mato.

- Cambuci - cambu-chi: pote, vaso d'água.

- Canga - o osso, caroço, núcleo, seco, enxuto.

- Catapora - tatá-pora: o fogo interno, febre eruptiva, erupção.

- Gambá - gua-mbá: a barriga oca.

- Jericoaquara - yurucuã-quara: buraco ou refúgio das tartarugas.

- Pipoca - py-poca: grão de milho que se arrebenta em flor por efeito da torra.

- Toró - tog-r-ó: coberta espessa, casca grossa.

Ana Rosa Silva
é professora de português do ensino fundamental e médio da rede estadual de ensino de São Paulo.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos