UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Últimas Notícias

27/03/2009 - 16h04

Professores de SP podem consultar valor de bônus no holerite a partir de sábado

Da Redação
Em São Paulo
A partir deste sábado (28), os profissionais da Educação de São Paulo poderão consultar na internet o valor do bônus por desempenho a ser pago pela pasta no próximo 31 de março, terça-feira.

O servidor deve acessar o site da Fazenda (www.fazenda.sp.gov.br), no link Folha de Pagamento.

  • Veja o simulador online do bônus do Agora SP


  • A Secretaria de Estado da Educação de São Paulo anunciou, no dia 25, que 72,4% dos servidores da rede vão receber bônus por desempenho no Estado. O Estado aplicará R$ 590,6 milhões com a premiação por desempenho. Na semana passada, a pasta mostrou que, apesar da melhora no Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo), as notas da educação paulista não passavam de 4, em uma escala de 0 a 10 pontos.

    Segundo a secretaria, 195.504 profissionais da rede estadual receberão o bônus, pago pela primeira vez por mérito, dos quais cerca de 160 mil são professores. O bônus chegará a R$ 15 mil em alguns casos. Os professores, que formam a maior categoria da rede, receberão até R$ 12 mil.

    Bônus para quem não trabalha nas escolas

    Funcionários técnicos e administrativos que trabalham na sede da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo também receberão o bônus pago pelo Estado.

    A secretária Maria Helena Guimarães de Castro teria direito de receber cerca de R$ 17 mil de bonificação por causa da melhora nas notas das escolas da rede.

    Segundo sua assessoria de imprensa, a secretária abriu mão do valor. Já os cerca de 5.700 funcionários do órgão receberão o bônus, mesmo não estando ligados diretamente a nenhuma escola.

    Sob nova direção

    Nesta sexta, foi anunciada a troca de secretário na Educação estadual. Assume a pasta o deputado federal Paulo Renato Souza (PSDB-SP), ex-ministro da Educação no governo Fernando Henrique Cardoso.

    A saída da secretária estadual da Educação Maria Helena Guimarães de Castro ocorreu por motivos "estritamente pessoais", afirmou o governo do Estado em nota divulgada hoje. A decisão da mudança de comando foi tomada na noite desta quinta-feira (26).
    Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

    Compartilhe:

      Receba notícias

      Lição de Casa Dicionários

      Aulete

      Português

      Houaiss

      Português

      Michaelis


      Tradutor Babylon


      Intercâmbio

      Shopping UOL

      Hospedagem: UOL Host