EAD - Ensino a Distância

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://educacao.uol.com.br/album/2014/02/06/aprenda-sobre-historia-da-arte-museus-disponibilizam-22-acervos-online.htm
  • totalImagens: 23
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20140206172248
    • artes [60787]; Museu [45583]; EAD [33499];
Fotos

Museus e galerias que disponibilizam acervos online são ótimos aliados de quem quer saber mais sobre história da arte, seja por curiosidade, estudo ou trabalho. As visitas virtuais aproximam o público de obras que, até então, estavam inacessíveis à maioria das pessoas. Em alguns casos, as instituições disponibilizam áudios, textos e materiais que funcionam como uma verdadeira aula. Pronto para começar a visita? Montagem Mais

O acervo do MoMA (Museu de Arte Moderna de Nova York) pode ser visualizado pela internet no site The Online Collection, que inclui mais de 50 mil trabalhos de 8 mil artistas modernos e contemporâneos. Pinturas, fotografias, esculturas e instalações também fazem parte do catálogo. Para os que se interessam por informações mais detalhadas, algumas obras contém áudio-guia. É o caso dos quadros 'O Banhista', de Paul Cézanne, '100 Latas', de Andy Warhol (imagem acima), e 'Les Demoiselles d'Avignon', de Pablo Picasso, obra ícone do cubismo MoMA Mais

O MoMA também criou o site MoMALearning, com material explicativo e apresentações disponíveis para download. O aplicativo gratuito do museu para tablets e smartphones também traz vídeos com curadores e passeios virtuais com visita guiada para as principais obras do museu. Aproveite para conhecer melhor o trabalho do surrealista Magritte (imagem), as esculturas da francesa Louise Bourgeois, as ideias de Marcel Duchamp e as performances de Marina Abramovi MoMA Mais

Inaugurado em 1793, em Paris, o Museu do Louvre é o maior do mundo e abriga peças de todos os períodos históricos, do Egito antigo à arte contemporânea. Lá estão obras como "Vênus de Milo" e "Vitória de Samotrácia", e quadros de Goya, Ticiano e Rembrandt. No site, é possível fazer visitas virtuais a três galerias do museu e ter aulas multimídia sobre obras icônicas da instituição, como o quadro "Mona Lisa", de Leonardo da Vinci (imagem), e o "Código de Hamurabi", conjunto de leis criadas na Mesopotâmia por volta do século 18 a.C. Louvre Mais

O Louvre ainda possui um aplicativo gratuito para iPad, o Louvre HD, que traz uma coleção de 400 obras em boa resolução. Há ainda outro aplicativo para ser usado durante o passeio no museu e que faz o papel de uma visita guiada com um curador, mas que pode ser baixado por quem estiver do outro lado do oceano Reprodução Mais

O Museu do Prado, na Espanha, tem um acervo composto por importantes coleções de arte espanhola, italiana e flamenga. Na galeria online é possível acessar mais de 2.000 imagens e vídeos com obras comentadas. Destaque para o quadro "As Meninas" (imagem), pintado no século 17 por Velázquez, e a coleção de pinturas de Goya, incluindo o famoso quadro "Os Fuzilamentos de Três de Maio", que retrata o massacre de espanhóis pelo exército de Napoleão. Museo Del Padro Mais

Outras obras importantes que estão no Museu do Prado são o tríptico "O Jardim das Delícias", de Hieronymus Bosch (1450-1516) (imagem), e a obra barroca "Davi com a Cabeça de Golias", de Caravaggio. O Renascimento italiano também está bem representado com obras de Rafael, Tintoretto, Bellini, Ticiano Museo Del Prado Mais

Localizado em Minas Gerais, o Instituto Inhotim abriga um dos maiores acervos de arte contemporânea brasileira. Pelo Google Art Project, o público pode caminhar pelos jardins e andares do prédio e visualizar obras de artistas como Cildo Meireles, Tunga e Hélio Oiticica. A obra "Celacanto Provoca Maremoto" (foto), de Adriana Varejão, pode ser visualizada em detalhes nunca antes vistos, já que a imagem está no formato gigapixel, para dar um zoom e apreciar com calma Museu de Inhotim Mais

Grafite, arte contemporânea espalhada em espaços públicos, também pode ser visto online. Uma das galerias mais interessantes do Google Art Project é a que reúne a arte de rua da capital paulista. A São Paulo Street Art apresenta 189 itens de nomes importantes do grafite nacional como Titi Freak, OsGemeos, Swoon e Celso Gitahy Reprodução Google Art Project Mais

Fotografias históricas e registros iconográficos do Brasil são o diferencial do Instituto Moreira Salles. A galeria do Google Art Project reúne 160 fotografias do acervo e oferece uma visita virtual ao centro cultural localizado no Rio de Janeiro. Destaque para as coleções fotográficas "A Escravidão no Brasil" (1860-1885) e "O Rio de Janeiro", por Marc Ferrez (1875-1916), com cenas dos períodos do Império e início da República Reprodução Google Art Project Mais

O gaúcho Iberê Camargo (1914-1994) foi um dos maiores artistas brasileiros do século 20. O passeio virtual pela Fundação Iberê Camargo, em Porto Alegre, permite o acesso a 98 obras do pintor e gravurista Reprodução Google Art Project Mais

O Museu J. Paul Getty, em Los Angeles (EUA), é um verdadeiro gabinete de curiosidades. Além de disponibilizar vídeos com explicações sobre o acervo, milhares de imagens de objetos como antiguidades do período neolítico, vasos etruscos, estátuas gregas, bustos romanos, manuscritos medievais, gravuras e mobiliário estão disponíveis para download gratuito no site da instituição. Outro destaque são as fotos do século 19 da Rainha Vitória e o arquivo do fotógrafo Robert Mapplethorpe (1946-1989) the J. Paul Getty Museum Mais

Seu próximo destino pode ser a Pinacoteca do Estado de São Paulo, que abriga um expressivo acervo de arte brasileira, entre fotografias, pinturas e esculturas. Na galeria online no Google Project o visitante pode passear pelos charmosos corredores do prédio histórico e visualizar 99 obras dos séculos 19 e 20, como as pinturas regionalistas de Almeida Júnior, "Saudade" (1889) e "Caipira Picando Fumo" (1893), e os quadros pré-modernos de Eliseu Visconti Google Art Project Mais

Que tal visitar a casa onde Frida Kahlo viveu? Datada de 1904, a Casa Azul foi o lugar onde a artista mexicana construiu seu ateliê e viveu com o pintor Diego Rivera. Depois de sua morte, o lugar se tornou o Museu Frida Kahlo, criado para preservar sua memória. Na internet, é possível fazer um tour virtual pela casa e pelo jardim repleto de cactos. No site do Google Art Project, o internauta pode conhecer pinturas, fotos e objetos que pertenceram ao ilustre casal Divulgação Mais

Um dos maiores museus da Europa, o Rijksmuseum, na Holanda, radicalizou ao disponibilizar seu acervo na internet. O museu colocou 125 mil imagens em alta resolução que podem ser baixadas pelo internauta. É possível encontrar obras-primas de Van Gogh (1853-1890) e de grandes mestres do período barroco, como Rembrandt e Johannes Vermeer. Caso você precise fazer algum trabalho, o museu pensou em você: é possível montar uma galeria virtual personalizada e obter dicas sobre como imprimir e reproduzir as imagens Reprodução Mais

Apesar de não oferecer recursos de visita virtual, o site do Centro Cultural Banco do Brasil vale a pena por disponibilizar o download de catálogos das exposições passadas. São livretos sobre artistas contemporâneos, como o britânico Antony Gormley e a japonesa Yayoi Kusama, e de mostras sobre o Impressionismo, o holandês Maurits Cornelis Escher e também das Mulheres Artistas do Centro Pompidou. Para ler e entender melhor Reprodução Mais

Arte construtivista, pintura figurativa, cubismo, dadaísmo ou surrealismo? Você escolhe. O Museu Guggenheim de Nova York possui um acervo online com mais de 7.000 obras de arte moderna e contemporânea, com busca por artista, movimento e tipo de obra. Alguns nomes ainda são acompanhados de uma minibiografia. O site também disponibiliza mais de 90 catálogos de arte que podem ser lidos online e oferecem uma introdução ao trabalho de artistas fundamentais como Alexander Calder, Edvard Munch, Francis Bacon, Gustav Klimt e Kandinsky Reprodução Mais

Que tipo de desenhos Andy Warhol (1928-1987) fazia no início de carreira? Tudo que você precisa saber sobre o ícone da Pop Art provavelmente está no Museu de Andy Warhol, instituição norte-americana que guarda mais de 12 mil itens do universo do artista. Na internet, é possível encontrar algumas destas obras, visualizar documentos pessoais e referências e navegar por uma linha do tempo. O site ainda oferece aulas e cursos a distância Reprodução Mais

A Tate Gallery de Londres abriga uma extensa coleção de arte britânica e de arte moderna e contemporânea. A galeria online reúne mais de 70 mil obras de nomes como Salvador Dalí, Roy Lichtenstein, Matisse, Paul Klee, Francis Bacon, Marcel Duchamp, entre outros. Destaque para a galeria dos Pré-Rafaelistas de 1948, que traz a pintura "Ophelia", obra-prima de John Everett Millais, e "Lady of Shalott" (imagem), de John William Waterhouse Reprodução Mais

O Metropolitan Museum of Art, em Nova York, tem um dos maiores acervos de arte dos Estados Unidos. No site é possível visualizar mais de 200 mil itens e navegar por temas como arte egípcia, armas antigas, arte medieval, entre outros. Destaque para a sala Cubiculum (foto), que traz um antigo afresco da cidade romana de Pompeia, e a escultura egípcia "Esfinge de Hatshepsut" (foto), que data de 1479 a.C. Divulgação Mais

Na página do Museu de Belas Artes de Boston, o internauta pode fazer visitas interativas a coleções do museu e clicar em gravuras e pinturas de Paul Gaughin, Degas, Picasso, Monet, entre outros. O acervo também traz itens inusitados como croquis de moda do início do século 20, panos étnicos, ilustrações de livros, instrumentos musicais, arte tradicional japonesa e muito mais. Na imagem, a escultura "A Bailarina de 14 anos", de Degas Divulgação Mais

A cidade de Florença, na Itália, foi um dos epicentros do Renascimento. É lá que fica a concorrida Galleria Uffizi, que abriga um rico conjunto de obras do período. Vale a pena fazer o passeio virtual pelo museu, onde você pode observar estátuas e quadros. Destaque para a sala de Sandro Botticelli, que traz, entre outros, o famoso quadro "O Nascimento de Vênus" (foto), de 1484 Reprodução Mais

A National Gallery de Londres é a maior pinacoteca do Reino Unido e abriga uma coleção que abrange oito séculos. No site, um tour 360º por 18 galerias e a consulta de 2.300 imagens, com minibiografia do artista e ficha histórica. A coleção reúne obras-primas como "As Bodas do Casal Arnolfini" (1434), de Jan van Eyck, "Vênus e Marte" (1485), de Sandro Botticelli (foto), "Virgem das Rochas", de Leonardo da Vinci, "Baco e Ariadne" (1523), de Ticiano, "Os Girassóis" (1888), de Van Gogh (foto), e "Alegoria do Triunfo de Vênus", de Agnolo Bronzino (1546) Divulgação Mais

Aprenda sobre história da arte: museus disponibilizam 22 acervos online

Veja mais: Visite a Tate Britain , Bibliotecas digitais: confira 10 acervos online , Conheça o Brasil em 27 livros

Últimos álbuns de Educação

UOL Cursos Online

Todos os cursos