UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Proposta de abril de 2009

Mentira é doença, problema moral, necessidade ou brincadeira?

Em fevereiro de 2009, o mundo ficou espantado com a violência sofrida por uma advogada brasileira em Dübendorf, cidade da Suíça. Ela teria sido agredida e muito machucada por neonazistas, num ataque brutal de xenofobia (desconfiança, temor ou antipatia por estrangeiros). A jovem advogada teria, inclusive, sofrido um aborto de gêmeos, sendo encaminhada para o hospital em estado de choque. Até o presidente Lula declarou publicamente seu horror diante do acontecido. Poucos dias depois, contudo, o mundo inteiro se revoltou, ao descobrir que tudo era uma grande inverdade. Todos nós, certamente, conhecemos vários mentirosos. Por que eles existem? O que é, afinal, a mentira: doença, problema moral, necessidade irresistível, brincadeira? Ou o ato de mentir é provocado por todas essas razões?

Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas

Redação

Aluno:***

Idade:***

Colégio:***

5.5

A construção da mentira

A mentira é uma realidade dentro das relações humanas desde o início das civilizações. Assim, seja essa feita para o controle social, ou apenas como um modo desconfigurar um episódeio à favor do locutor, é utilizada para modificar a realidade. Com mentiras, criaram-se motivos para guerras e tratados de paz; no plano interpessoal, são constantemente utilizadas pelas pessoas, demonstrando quanto ela está presente no cotidiano.

A mentira revela uma certa fraqueza humana em lidar com a realidade. Desde criança a verdade é repreendida por estar ligada à travessuras. Com isso, torna-se mais fácil ofuscar a verdade, para assim, aliviar-se do castigo. Cria-se portanto, uma zona neutra, na qual a integridade física e mental da criança está protegida através da mentira.

Diante disso, a mentira parece algo inato no ser humano. Porém, muitas culturas no mundo condenam o uso da mentira, que faz da cosnciência e cidadania a principal arma à favor da verdade. A falta dessas armas, podem levar nações a uma grande destruição moral de suas populações. Como exemplo, pode-se destacar os regimes totalitários da Europa na metade do século XX, que se pautaram em manipulações midiáticas com o pretensão de que: " Uma mentira contata mil vezes, tornava-se uma verdade" e assim, justificar suas ações.

A mentira é algo feito para camuflar a realidade e servir para atender medos ou anseios do indivíduo ou de um grupo social. O problema maior, é quando a mentira é utilizada para fins que vão de encontro aos valores humanos do contexto histórico, desencadeando problemas que duram grandes períodos. Portanto, a mentira é algo que degrada as relações humanas, seja no sentido individual ou social.

Comentário geral

A redação traz à pauta considerações relevantes e cita fatores sociais e políticos relacionados à mentira. No entanto, o texto não desenvolve uma argumentação consistente em torno do tema. Do ponto de vista linguístico, nota-se a alternância entre trechos fluentes e bem redigidos com períodos problemáticos e erros banais. Erros de digitação, ortografia, pontuação, acentuação, uso de maiúsculas e concordância estão grifados no texto.

Aspectos pontuais

1) Observe o trecho assinalado em vermelho no primeiro parágrafo. O que se quis dizer é "um modo de configurar um episódio a favor do locutor". Quantos erros!

2) Ainda no primeiro parágrafo, note que o período está tratando de mentiras, no plural. Portanto, o pronome elas, assinalado, deve estar também no plural. Observe: "com mentiras, criaram-se motivos para guerras e tratados de paz; no plano interpessoal, [as mentiras] são constantemente utilizadas pelas pessoas, demonstrando o quanto elas estão presentes no cotidiano".

3) Analise como as afirmações feitas no segundo parágrafo são duvidosas. A verdade é repreendida desde criança? O sentido do texto não fica claro para o leitor. É recomendável reescrever o trecho assinalado em vermelho.

Competências avaliadas

CompetênciaNota
1.Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita.1.5
2.Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.1.5
3.Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.1.0
4.Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação.1.0
5.Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.0.5
Total 5.5

Desempenho do aluno em cada competência

Nota 2,0 - Satisfatório Nota 0,5 - Fraco
Nota 1,5 - Bom Nota 0,0 - Insatisfatório
Nota 1,0 - Regular
Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host