UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Redação

Aluno:***

Idade:***

Colégio:***

4,0

A credibilidade do horário político

Hoje em dia muito se questiona sobre a [a] importância do horário político obrigatório [obrigatório,] que é transmitido duas vezes ao dia em todas as emissoras de TV Brasileira [brasileiras] .

A queda no ibope [Ibope] durante a exibição dos candidatos deixa duvidas [dúvidas] se realmente esta sendo valida [é válida] essa forma de apresentação dos mesmos [propaganda] .

Mais [Mas] a verdade é que grande parte dos eleitores estão cansados e desanimados com falsas promessas e mentiras contadas por alguns candidatos durante as apresentações das propostas.

Além do mais, candidatos despreparados e ate [até] mesmo zombando da política Brasileira [brasileira] , por meio de piadas e outras formas de apresentações não tão convencionais, faz [fazem] com que a credibilidade desse horário reservado á [à] política perca cada dia mais a credibilidade.

Por esses motivos, vários eleitores passaram á [a] acompanhar os debates e entrevistas feitos pelos principais jornais, exibidos nas emissoras, onde os candidatos são questionados sobre os principais pontos para ter uma boa administração do governo, é como se o eleitor estivesse questionando o seu futuro candidato.
 

Comentário geral

Texto regular. Apesar de uma simplicidade que quase resvala na simploriedade, o autor efetivamente faz uma dissertação, introduzindo o assunto no parágrafo inicial e refletindo sobre o que causa o desinteresse pelo horário político nos três parágrafos seguintes. A conclusão deixa a desejar, porque falar de “vários eleitores” é apelar para uma quantidade tão vaga que deixa de ser significativa. Vários eleitores podem optar pelos debates, mas isso não significa que a maioria nem que grande parte fez essa opção, decretando o fim da propaganda gratuita. Além do mais a constatação de que muitos optaram pelo debate é apresentada sem nenhum fato que a comprove. Por outro lado, essa conclusão tem um aspecto positivo, na medida em que sugere que os debates podem ser uma alternativa ao horário político, assim como dá a entender que esse horário não é útil, o que constitui uma tomada de posição diante da proposta.
 

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: o horário gratuito também é veiculado no rádio.

2) Segundo parágrafo: “mesmos” não é pronome pessoal.

3) Terceiro parágrafo: embora se aceite a concordância com “eleitores”, é preferível fazê-la com “grande parte”. Então, o texto ficaria: grande parte dos eleitores está cansada e desanimada.

4) Quarto parágrafo: dizer que a credibilidade perde a credibilidade é um disparate.

Competências avaliadas

CompetênciaNota
1.Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita.0,5
2.Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.1,0
3.Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.1,0
4.Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.1,0
5.Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.0,5
Total 4,0

Desempenho do aluno em cada competência

Nota 2,0 - Satisfatório Nota 0,5 - Fraco
Nota 1,5 - Bom Nota 0,0 - Insatisfatório
Nota 1,0 - Regular
Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host