UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Redação

Aluno:***

Idade:***

Colégio:***

2,5

A escola vira um ringue

O primeiro ambiente [em] que a criança convive é sua casa, ou seja, família, vizinhos, igreja. Depois disso vem a escola [escola,] onde a criança vai entra [entrar] pela primeira vez em um ambiente social, [em] que aprenderá [a] conviver com as diferenças, que [o que,] para muitos [muitos, é] uma tarefa fácil, para outros impossível, por [impossível. Por] isso tantos desentendimentos.

O grande numero [número] de casos de violência nas escolas vem preocupando o poder publico [público] e toda a sociedade. Na verdade é que ela tem alcançado proporções inadmissíveis, é [inadmissíveis. É] notório que por consequência disso o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e a Declaração dos Direitos da Criança e do Adolescente vêm se ampliando dia após dia para tentar amenizar a situação.

Hodiernamente alunos aderem-se [aderem a] “gangues” para “tocar o terror”, usam isso para saciar sua necessidades, carência, pobreza, maus tratos [tratos,] entre outros fatores que geram as personalidades disruptivas.

Entretanto estes órgãos sozinhos não são suficientes para tal combate ,a [combate. A] educação começa desde os primórdios com a família [família] que exerce o papel fundamental como [de] determinar limites e normas, isto é, educar para comporta-se [comportar-se] com os demais. A escola pode proporcionar disciplinas relacionadas ao tema, palestras e punições severas em casos especiais. Porém dependerá de cada aluno tomar a decisão de qual caminho seguir.
 

Comentário geral

Texto muito fraco, que não chega a ser uma dissertação. O aluno expõe algumas ideias sobre o tema, mas não consegue desenvolver uma reflexão sobre ele, tanto por não concatenar essas ideias, quanto por apresentar trechos incompreensíveis que praticamente invalidam os parágrafos em que eles aparecem.

Aspectos pontuais

1) Primeiro parágrafo: a) é óbvio que a casa da família não inclui a vizinhança nem a igreja, como o texto afirma. b) Vizinhança e igreja também são ambientes sociais, para não falar da própria família.

2) Segundo parágrafo: a) de acordo com a gramática, o pronome ela tem de se referir a nome(s) dito(s) anteriormente, no caso, “grande número de casos de violência”. O aluno, no entanto, refere-se à violência, usando um pronome sem usar o nome correspondente. b) A frase final não faz sentido, primeiro porque essas instituições não estão sendo ampliadas diariamente e nem a sua ampliação poderia amenizar o problema da violência.

3) Terceiro parágrafo: por que usar um termo como hodiernamente, que é inusual e destoa do vocabulário da redação como um todo?

4) Quarto parágrafo: de que órgãos o autor está falando? No parágrafo anterior, ele não mencionou nenhum órgão que pudesse resolver o problema. Muito pelo contrário, falou das gangues, que constituem parte do problema.

Competências avaliadas

CompetênciaNota
1.Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita.1,0
2.Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.0,5
3.Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.0,0
4.Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.0,0
5.Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.1,0
Total 2,5

Desempenho do aluno em cada competência

Nota 2,0 - Satisfatório Nota 0,5 - Fraco
Nota 1,5 - Bom Nota 0,0 - Insatisfatório
Nota 1,0 - Regular
Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host