UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Banco de redações

Proposta de dezembro de 2007

A gramática facilita ou dificulta a comunicação?

As regras gramaticais têm como objetivo uniformizar a língua de um povo, padronizá-la, de modo a torná-la comum e acessível a todos os usuários. Em poucas palavras, a gramática deve facilitar a comunicação. No entanto, a imensa dificuldade dos estudantes em aprendê-la sugere que isso talvez não ocorra de fato. O grande número de normas - às vezes sobre detalhes aparentemente insignificantes - não acaba complicando e criando confusão? Que importância tem, por exemplo, a troca de uma única letra na grafia de uma palavra?

Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas

Redação

Aluno:***

Idade:***

Colégio:***

4,5

A gramática como instrumento facilitador ou complicador

A língua portuguesa é, sem dúvida, uma das línguas mais complexas existentes hoje. Consequentemente, sua gramática muito abrangente e uniforme. Por sua complexidade e o difícil acesso da maioria da população brasileira a uma educação de qualidade, a cada dia vemos mais e mais pessoas falando e escrevendo de maneira errada a nossa língua.

Atualmente existem dois principais fatores que contribuem para o mau emprego de nossa gramática: a linguagem usada na internet e as gírias muito comuns entre os jovens. A linguagem da internet começou como uma espécie de código que usando palavras como "vc" ao invés de "você", "mto" ao invés de "muito", "fds" no lugar de "fim de semana" acabam poupando tempo e espaço num lugar onde as pessoas conversam, trabalham, buscam entretenimento e informação simultaneamente. As gírias já muito comuns em nosso dia a dia, surgem das mais diversas situações também no intuito de facilitar a comunicação. Grupos de jovens conhecidos como "tribos", criam suas próprias gírias para se distinguir uns dos outros buscando sua própria identidade.

Mas quando começamos a usar esse tipo de linguagem será que não estamos complicando ainda mais nossa gramática? Existem gírias e abreviações que nada tem a ver com a palavra que expressa seu real significado. O maior cuidado que se deve tomar no entanto é quando usar essa linguagem coloquial, e principalmente ter domínio da linguagem formal é imprescindível para a sobrevivência da gramática.

Comentário geral


A começar pelo título, a redação não toma uma posição, mas oscila entre um e outro argumento, sem estabelecer vínculos entre as idéias expostas em cada parágrafo. Apesar disso, o texto demonstra um razoável domínio da norma culta.

Aspectos pontuais


1) O trecho assinalado em vermelho no primeiro parágrafo aparece isolado, sem constituir uma oração completa. Seria necessário reescrevê-la, conectando-a à oração anterior e usando um verbo. Vale notar, ainda, a incoerência lógica: abrangência e uniformidade não são necessariamente conseqüências da complexidade.

2) Quando comparamos os argumentos levantados no primeiro e no segundo parágrafos, podemos observar uma incoerência. No primeiro parágrafo, a complexidade da língua portuguesa e a baixa escolaridade dos brasileiros são apontadas como fatores de desconhecimento da gramática.

No segundo parágrafo, a autora afirma que os dois principais fatores do mesmo desconhecimento são outros. Observe: "Atualmente existem dois principais fatores que contribuem para o mau emprego de nossa gramática: a linguagem usada na internet e as gírias".

3) Observe o último parágrafo. Ele não apresenta um foco definido para a conclusão da redação. A competência 5 do Enem consiste em "elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sócio-cultural."

Competências avaliadas

Competência Nota
1. Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 1,5
2. Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 1,0
3. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 0,5
4. Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação. 1,0
5. Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 0,5
Total 4,5

Desempenho do aluno em cada competência

Nota 2,0 - Satisfatório Nota 0,5 - Fraco
Nota 1,5 - Bom Nota 0,0 - Insatisfatório
Nota 1,0 - Regular
Leia a proposta completa
Leia outras redações avaliadas
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host