Topo

Educação

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Abril/2019 Os ursos polares da Rússia e um dilema ecológico

Redação corrigida 560

As consequências do degelo no Ártico

Inconsistente Erro Correção

O aumento do aquecimento global provocou, no ínicio início de 2019, o deslocamento de espécies de ursos polares para regiões populosas na região do Ártico, que resultou em ataques a seres humanos. Nesse contexto, necessita-se analisar possíveis medidas de proteção tanto aos humanos como aos ursos polares - espécie em extinsão extinção.

Inicialmente, observa-se que os ataques desses animais são derivados pela da busca de alimentos em terra, decorrentes do derretimento das calotas polares. Dessa forma, o governo Russo - Estado onde que concentra grande parte dos conflitos entre ursos e pessoas - deve implantar projetos sociais de isolamento dos animais polares em cativeiros habilitados que se adequem a adéquem à vida do animal, alimentando-os e fortalecendo seu desenvolvimento natural. Essa ação ajudaria a reduzir o número de incidentes com os habitantes ao redor dessas regiões frias.

Além disso, é imprescindível que a população atue em conjunto e esconda qualquer rastro ou cheiro de alimentos que possa atrair os ursos polares, afastando, ainda mais, a possibilidade de conflitos diretos com esses animais ferozes nessas regiões povoadas.

Portanto, é notável que os conflitos entre ursos polares e as pessoas que vivem ao redor da região do Ártico podem ser resolvidos. Logo, essas medidas de proteção paleativas paliativas são necessárias enquanto a população mundial vem se conscientizando sobre o importante papel da redução do aquecimento global e a manutenção das condições climáticas.

Comentário geral

Texto mediano. O autor cumpre as exigências da avaliação, sem apresentar nada, tanto em termos de linguagem quanto de conteúdo, que impressione o leitor e destaque seu texto da média.

Competências

  • 1) O texto tem equívocos graves, em termos de linguagem. Não há várias espécies de ursos polares. As regiões não são "populosas", são povoadas e há uma diferença entre os dois conceitos, geograficamente falando. Não se pode chamar o confronto entre ursos e pessoas de conflitos. O governo russo não é um Estado, nem um país. Mais uma vez, há conceitos diferentes (Estado, governo, país), que o autor não dá conta de distinguir. Por que os projetos para a preservação dos ursos seriam chamados de projetos "sociais"
  • 2) O autor entendeu o tema e desenvolveu um texto dissertativo, que se concentra em propor soluções para o problema. É esse o foco dos três últimos parágrafos. Por isso, o texto, além de superficial, é redundante.
  • 3) A argumentação do autor é bastante superficial, como de resto todo o texto.
  • 4) Mais uma vez, só se pode dizer que o texto cumpre as exigências, mas sem nada de excepcional que faça o texto se destacar.
  • 5) A ideia de colocar os ursos em cativeiro pode ser considerada contrária aos ideias preservacionistas. De qualquer modo, dentro de suas possibilidades, o autor apresentou uma sugestão de resolução para o problema pontual e ressalvou que isso se encontra num âmbito mais amplo que também deve ser resolvido.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 80
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 120
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 120
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 120
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 120
Nota final 560

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.