Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Maio/2019 O que é mais importante para vencer na vida?

Redação corrigida 400

Desejo pelo Sucesso

Inconsistente Erro Correção

Hoje em dia a maioria dos brasileiros veem a fé religiosa como o meio mais provável de alcançar o sucesso na vida, isso vida. Isso pode estar ligado ao fato de que essas pessoas não encontram na forma de ensino das escolas algo atrativo que traga oportunidades para que elas possam ter um futuro próspero.

Bom, essa forma de pensamento está enraizada na cultura brasileira desde o século XVII, onde quando as pessoas buscavam intensamente a religiosidade para se obter a salvação e sucesso na vida; mesmo vivendo em completa desarmonia entre a vida religiosa e os prazeres da vida terrena, essa desarmonia ficava por conta do Cultismo e o Conceptismo; o Conceptismo. O fato de as pessoas acreditarem mais na religiosidade do que na educação não deve ser encarado como um problema desde que não abandonem completamente a educação para se dedicar completamente a à vida religiosa, mesmo sendo preciso para a mentalidade humana acreditar numa coisa positiva.

Para que se evite evitem possíveis "desarmonias" é necessário o empenho do ministério da educação Ministério da Educação em desenvolver campanhas que incentivem e valorizem a educação como um dos principais pilares para um futuro próspero sem ferir as crenças da população, já que algo que as incentivam incentiva na vida. Como por exemplo no estado de Alagoas onde foi criado o sistema de escolas integradas que desenvolvem atividades que ofertam cursos profissionalizantes para os alunos que começam a ver a escola como um local que iram irão aprender algo a mais além das disciplinas tradicionais já que mercado de trabalho não fica satisfeito apenas o tradicional mas sim com o diferenciado.

Comentário geral

Texto insuficiente. Não é uma dissertação, mas algumas divagações repletas de equívocos.

Competências

1) Infelizmente, além de vários erros gramaticais, problemas de sintaxe e inadequação vocabular, o texto mal consegue expressar com clareza a ideia do autor de que uma escola inadequada faz as pessoas buscarem a religião, tese, que aliás, é bastante duvidosa.

2) Nota-se uma compreensão do tema, mas a abordagem é equivocada e os dois parágrafos finais são divagações que não constituem uma dissertação argumentativa.

3) O cerne da tentativa de argumentação do autor se encontra no segundo parágrafo que é uma confusão linguística e conceitual, em que o autor exibe conceitos inadequados ao contexto, como o de Cultismo e Conceptismo, com a única intenção de parecer esboçar uma análise histórica, infelizmente sem pé nem cabeça.

4) Conforme já apontado, o texto se compõe de divagações, do que decorre não existirem os recursos linguísticos coesivos necessários à construção de uma argumentação.

5) O autor mal consegue conectar o exemplo concreto (as escolas de Alagoas) com a tese que expõe no início do parágrafo. Ele fala dessas escolas, mas se esquece de mostrar como a religião é tratada nelas. Ora, ele acabara de dizer que as escolas têm de ser eficientes sem desprezar a religião.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 80
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 80
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 80
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 80
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 80
Nota final 400

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.