Topo

Banco de Redações

O UOL corrige e comenta 20 redações. Envie a sua sobre o tema da vez


REDAÇÕES CORRIGIDAS - Maio/2019 O que é mais importante para vencer na vida?

Redação corrigida 720

Vencer ou ser?

Inconsistente Erro Correção

Vencer é algo que desde cedo somos instruídos a realizar. A fim de analisarmos o que é mais importante para vencer na vida, é necessário entender que existem duas vertentes: aquela que de fato é importante para cada um e a que é necessária para tal triunfo.

Muitos são os princípios e valores do homem, sendo homem. Sendo assim, para muitos, o sucesso pode estar associado à religião (através da salvação e/ou vida eterna), bem como à a realizações pessoais, a exemplo da família e amigos. Tal veracidade afirmação pode ser confirmado confirmada numa simples conversa em um grupo alternativo. Porém, as prioridades citadas podem nem sempre ser bem vistas bem-vistas ao olhar geral do meio social em que vivemos.

Em livros e revistas são citados como "vencedores" aqueles que ocupam grandes cargos, se graduam cedo, ou adquirem vagas em importantes instituições, para instituições. Para se confirmar o que digo: sabemos quem é Einstein, Aristóteles, foram Einstein e Aristóteles, mas não sabemos quem foi o primeiro homem a reunir um grupo de amigos, e isso não é errante errado, muito pelo contrário, é imperioso para o desenvolver e crescer de uma nação. Sendo assim, somos pressionados a ocupar grandes cargos e vagas para só depois fazermos o que seja de nossa escolha. Por isso existem pessoas frustradas que só buscam a "vitória" e esquecem o "viver".

Então, o que pode ser feito para que alcancemos a nossa realização pessoal e profissional? Que busquemos o que nos faz bem, a religião em que cremos, os valores que admiramos e julgamos necessários, e profissionalmente necessários e, profissionalmente, os cargos que sejam de nosso querer, sem nunca deixar de lado aquilo que precisamos dominar para saber como as coisas funcionam e foram criadas, e até mesmo entender quem somos.

Comentário geral

Texto bom, que melhoraria muito se o autor mantivesse o foco e não perdesse de vista a distinção que está fazendo entre felicidade e sucesso profissional.

Competências

  • 1) Em termos de linguagem, o texto pode ser considerado bom, apesar de uma quantidade significativa de erros, bem como de imprecisões de vocabulário, como o tal "grupo alternativo" que se opõe à sociedade em geral.
  • 2) O autor ampliou o tema, na medida em que pensou o vencer na vida como sucesso profissional, mas também levando em conta a felicidade pessoal, bem como distinguindo o que é necessário para cada uma dessas coisas.
  • 3) A argumentação é razoável, mas o autor perde um pouco de vista a distinção que fez anteriormente e se concentra na questão profissional e em como ela pode ser motivo de frustração. Só no parágrafo da conclusão ele vai retomar sua tese.
  • 4) Apesar de alguns deslizes temáticos e perda de foco, o texto tem uma unidade, que o autor soube construir com recursos coesivos.
  • 5) A conclusão é prolixa e confusa. Aparentemente, o autor quer dizer simplesmente que se deve procurar o sucesso profissional, sem descuidar da busca pela felicidade.

Competências avaliadas

As notas são definidas segundo os critérios da pontuação do MEC
Título nota (0 a 1000)
Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. 160
Compreender a proposta da redação e aplicar conceito das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. 160
Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. 120
Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 160
Elaborar a proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 120
Nota final 720

Redações corrigidas

Título nota (0 a 1000)

Os textos desse bloco foram elaborados por internautas que desenvolveram a proposta apresentada pelo UOL para este mês. A seleção e avaliação foi feita por uma equipe de professores associada ao Banco de redações.

Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012.

Copyright UOL. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução apenas em trabalhos escolares, sem fins comerciais e desde que com o devido crédito ao UOL e aos autores.