UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Biografias

Alemão adota o nome Bento 16

Bento 16 (Joseph Ratzinger)

16/04/1927, Marktl, Alemanha

Da Redação
Em São Paulo

[creditofoto]

[creditofoto]

Ratzinger é escolhido como o 265º papa da história da Igreja Católica

O cardeal alemão Joseph Ratzinger, 78, foi escolhido no dia 19 de abril de 2005 o novo chefe da Igreja Católica Apostólica Romana em substituição a João Paulo 2º, que morreu em 2 de abril de 2005.

O alemão é o 265º papa (264º sucessor de Pedro) e o primeiro a ser eleito no século 21. Ele adotou o nome de Bento 16.

Líder da Congregação para a Doutrina da Fé durante a maior parte do pontificado de João Paulo 2º, Ratzinger era considerado um dos favoritos para a sucessão papal. Ortodoxo, conta com o apoio das alas mais conservadoras da igreja e chega a ter um fã clube na Internet.

Ratzinger nasceu em 16 de abril de 1927 em Marktl, Alemanha, e entrou para o seminário aos 12 anos. Na adolescência, estudou grego e latim, e mais tarde se doutorou em teologia pela Universidade de Munique.

Durante a Segunda Guerra, chegou a ser convocado para combater nos esquadrões antiaéreos alemães. Dispensado, acabou sendo recrutado primeiro pela legião austríaca e depois pela infantaria alemã, da qual desertou em menos de dois meses.

De volta ao seminário, foi ordenado padre em junho de 1951. À função, somou o trabalho como professor de teologia, primeiro na Universidade de Bonn e depois na de Regensburg, onde seria reitor.

Em março de 1977, tornou-se arcebispo de Munique e Freising e, menos de três meses depois, foi criado cardeal pelo papa Paulo 6º. Já sob João Paulo 2º, em 1981, Ratzinger tornou-se o líder da Congregação para a Doutrina da Fé.

O novo papa reprimiu com força os teólogos que saíram de sua doutrina rígida e alienou outras denominações cristãs dizendo que não são igrejas verdadeiras.

Chamado de Guardião do Dogma, ele combateu o sacerdócio feminino e condenou a homossexualidade, além de ser contra a comunhão aos divorciados que voltarem a se casar e a impedir o crescimento do laicismo dentro da Igreja, mas não se considera um "durão".

Durante os últimos anos de João Paulo 2º, Ratzinger cuidou de muitas das funções do sumo pontífice como líder da Igreja Católica.

O alemão se comunica em dez línguas e recebeu sete doutorados honorários. É considerado um excelente pianista, e tem preferência por obras de Beethoven (1770-1827).

O favoritismo de Ratzinger, além do apelo conservador, se dava pela idade avançada e pela experiência: aos 78 anos, o cardeal alemão não poderia exercer, como de fato não exerceu, um papado extenso - o aspecto transitório é visto como positivo por alguns especialistas após os 26 anos de pontificado de João Paulo 2º.

Em 11 de fevereiro de 2013, o Papa anunciou que deixaria o cargo em 28 de fevereiro do mesmo ano. "Após ter examinado perante Deus reiteradamente minha consciência, cheguei à certeza de que, pela idade avançada, já não tenho forças para exercer adequadamente o ministério petrino", disse o papa em um surpreendente anúncio durante o consistório para marcar as datas de canonização de três causas.

Com informações da Folha de S.Paulo e Folha Online

Compartilhe:

    Receba notícias

    Lição de Casa Dicionários

    Aulete

    Português

    Houaiss

    Português

    Michaelis


    Tradutor Babylon


    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host