Topo

Biografias

Jimmy Carter 39.º Presidente dos EUA, de 1977 a 1981

Do Klick Educação

17/08/2015 20h58

Antes de conseguir a vitória nas eleições presidenciais disputadas com o presidente republicano Gerald Ford, o democrata Jimmy Carter, plantador de amendoins, foi governador de seu Estado natal, a Geórgia, de 1971 a 1974. Carter, de firmes convicções religiosas (batistas) e levado por uma intensa vontade de reconciliação, tentou introduzir uma dimensão moral na política mundial. Exercendo pressões econômicas e diplomáticas, conseguiu que em alguns Estados autoritários, entre os quais se incluía a URSS, se respeitassem os direitos humanos. Do mesmo modo, acelerou a queda das ditaduras na Nicarágua, nas Filipinas e no Irã. Carter foi mediador no tratado de paz subscrito por Israel e pelo Egito (Acordos de Camp David, 1978), estabeleceu relações diplomáticas com a China e assinou com a URSS o acordo SALT II sobre o controle de armas, embora no final não tivesse sido confirmado devido à entrada de tropas soviéticas no Afeganistão em 1979. A crise dos reféns norte-americanos (pertencentes ao corpo diplomático) em Teerã, que se prolongou durante mais de um ano, o fracasso de muitas de suas reformas, a queda do dólar e a crise energética influíram na esmagadora derrota de Carter por Ronald Reagan nas eleições presidenciais de 1980. Na qualidade de mediador em crises internacionais, Carter conseguiu impor em numerosas ocasiões seus elevados princípios morais (conflito acerca do programa atômico da Coréia do Norte, destituição da Junta do Haiti, acordo de cessar-fogo na Bósnia-Herzegovina, todos em 1994).