UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Biografias

Eugène Ionesco
Dramaturgo francês de origem romena
26-11-1909, Slatina
28-3-1994, Paris

Do Klick Educação

Ionesco levou para os palcos sua visão de mundo como algo caótico e incompreensível, criando o "teatro do absurdo", que revolucionou a dramaturgia. O tema central de sua obra é a destruição da capacidade de comunicação cotidiana, causa da impossibilidade de conseguir um "mundo são". No primeiro drama em um ato, A Cantora Careca (1949), sua obra mais representada, assim como em trabalhos posteriores, as discussões surgem num ambiente tranqüilo, mas desencadeiam agressões e catástrofe final. Ionesco representa o absurdo: as figuras evoluem como marionetes e a linguagem esgota-se em jogos de palavras estereotipados, que anulam qualquer possibilidade de comunicação. Tornou-se o mais famoso dos dramaturgos em 1956, quando Jean Anouilh considerou a peça As Cadeiras (1952) uma obra-prima. Em 1970, Ionesco foi admitido na Academia Francesa. Outras obras importantes são O Rinoceronte (1960), La Peste (1967), Journal en miettes (1967) e o romance Le solitaire (1973).
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Lição de Casa Dicionários

    Aulete

    Português

    Houaiss

    Português

    Michaelis


    Tradutor Babylon


    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host