UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Biografias

Antunes Filho
Diretor de teatro brasileiro
12-12-1929, São Paulo (SP)

Do Klick Educação

José Alves Antunes Filho é um dos maiores e mais inquietos diretores de teatro brasileiro. Sempre a partir do autor, vem procurando novas formas estéticas de expressão teatral, ao mesmo tempo brasileiras e universais. Criou assim espetáculos que o projetaram internacionalmente, como Macunaíma, adaptação da obra-prima de Mário de Andrade, e que abriu caminhos a grandes intérpretes. Sua história confunde-se com a do moderno teatro brasileiro. Nascido no bairro da Bela Vista (SP) e filho de imigrantes portugueses, Antunes iniciou Direito no Largo São Francisco, abandonando o curso pelas Artes Dramáticas. Começou dirigindo grupos amadores, ao mesmo tempo que o empresário Franco Zampari fundava, em 1948, o Teatro Brasileiro de Comédia (TBC). Com a chegada da televisão, montou peças para a série Tele-Teatro, como O Urso, de Tchecov (1950). Aos 23 anos, foi convidado por Décio de Almeida Prado a trabalhar como assistente de direção no TBC. No meio de diretores como Ziembinski, aprendeu a disciplina e a técnica. Estreou como diretor em 1953, com a peça Week-End, de Noël Coward. Em 1958, dirigiu O Diário de Anne Frank, de Francis Goodrich e Albert Hackett. Aplaudida durante meia hora pelo público, a peça consagrou-o. Durante o regime militar mergulhou no universo rural com Vereda da Salvação (1964), de Jorge Andrade, causando polêmica. Em 1978, veio Macunaíma, o primeiro espetáculo brasileiro a obter efetiva consagração internacional, percorrendo cerca de 20 países. No Centro de Pesquisas Teatrais (CPT), criado em 1982, montou, entre outras, A Hora e a Vez de Augusto Matraga (1986), Paraíso Zona Norte (1990), Novas e Velhas Estórias (1991), Macbeth – O Trono de Sangue (1992), Gilgamesh (1995) e Drácula e outros Vampiros. Em 1999, depois de inúmeras tentativas, montou uma tragédia grega: Fragmentos Troianos (1999), adaptação de As Troianas, de Eurípedes, com estréia no Festival de Istambul, na Turquia.
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Lição de Casa Dicionários

    Aulete

    Português

    Houaiss

    Português

    Michaelis


    Tradutor Babylon


    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host