UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Biografias

Corazón Aquino
Presidente das Filipinas entre 1986 e 1992
25-1-1933, Manila

Do Klick Educação

Depois dos assassinatos em 1983, do carismático líder da oposição filipina Benigno Aquino, provavelmente a mando do presidente Ferdinando Marcos, sua viúva, Corazón Aquino, decidiu encabeçar a resistência contra o regime ditatorial. Apoiando-se num programa de resistência passiva e contando com o apoio dos Estados Unidos, Corazón Aquino conseguiu a destituição do ditador em 1986. Já como presidente das Filipinas, teve de fazer frente a várias tentativas de golpe organizadas por partidários de Marcos. Os seus objetivos de pôr fim à miséria econômica e ao desemprego galopante falharam, o que a obrigou a renunciar à sua candidatura às eleições presidenciais de 1992. Fidel Valdez Ramos sucedeu a ela no cargo
.
Os textos publicados antes de 1º de janeiro de 2009 não seguem o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. A grafia vigente até então e a da reforma ortográfica serão aceitas até 2012

Compartilhe:

    Receba notícias

    Lição de Casa Dicionários

    Aulete

    Português

    Houaiss

    Português

    Michaelis


    Tradutor Babylon


    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host