UOL EducaçãoUOL Educação
UOL BUSCA

Biografias

Presidente do Brasil - de 25/8/1961 a 8/9/1961
e de 2/4/1964 a 15/4/1964

Paschoal Mazzilli

27/4/1910 - Caconde, São Paulo
21/4/1975 - São Paulo, SP

Da Redação
Em São Paulo

[creditofoto]

[creditofoto]

Paschoal Ranieri Mazzilli nasceu em Caconde, no interior de São Paulo, em 27 de abril de 1910. Ingressou na política em 1942, quando atuou como diretor do Tesouro Público Nacional. Exerceu o cargo de secretário-geral de Finanças da Prefeitura do Distrito Federal (1946), diretor da Caixa Econômica Federal do Rio de Janeiro (1947) e do banco da Prefeitura do Distrito Federal (1948).

Exerceu um mandato como deputado federal pelo PSD (Partido Social Democrático) de São Paulo, entre 1951 e 1966, e durante este período, assumiu a presidência da Câmara dos Deputados (1959 - 1965). Com o título de presidente da Câmara, Mazzili assumiu a presidência da República em diversos momentos devido à ausência do presidente e do vice, principalmente em 1961, com a renúncia do então presidente Jânio Quadros e 1964, ano do golpe militar que depôs João Goulart.

Oficialmente Paschoal Mazzilli foi presidente do Brasil de 25 de agosto a 8 de setembro de 1961, quando Jânio Quadros renunciou ao cargo e o então vice-presidente, que deveria assumir automaticamente, estava em visita especial na China. Pela Constituição, a função caberia automaticamente ao presidente da Câmara dos Deputados.

Após a formação de uma junta militar composta pelo general Odílio Denys, pelo brigadeiro Grun Moss e pelo almirante Sílvio Heck, houve uma movimentação política e militar intensa no país, na tentativa de impedir a posse de João Goulart. Como resultado, foi instaurado o regime parlamentarista numa emenda à Carta de 1946, no dia 2 de setembro de 1961 e, no dia 7 do mesmo ano, Jango assumiu a presidência do país.

Mazzilli deveria voltar a exercer a função de presidente da Câmara dos Deputados até 2 de abril de 1964, quando houve o golpe militar que afastou definitivamente João Goulart da presidência da República. Porém, governou apenas entre os dias 2 e 15 de abril de 1964, pois uma junta militar composta pelo general Artur da Costa e Silva, pelo almirante Augusto Rademaker e pelo brigadeiro Francisco de Assis Correia Melo, e autodenominada Comando Supremo da Revolução, assumiu o comando do país num ato que marcou o início do período militar na história brasileira.

Entre os AIs (Atos Intitucionais) instalados na época, o de número 2 definiu a extinção dos partidos políticos existentes e criou apenas dois partidos: o Arena (Aliança da Renovação Nacional) e o MDB (Movimento Democrático Brasileiro). Mazzilli ingressou no MDB e foi derrotado quando tentou se eleger como deputado em 1966. Faleceu em São Paulo em 21 de abril de 1975.

Com informações do Centro de Informação de Acervos dos Presidentes da República e Almanaque Abril. Imagem gentilmente cedida pelo Palácio do Planalto.

Compartilhe:

    Receba notícias

    Lição de Casa Dicionários

    Aulete

    Português

    Houaiss

    Português

    Michaelis


    Tradutor Babylon


    Shopping UOL

    Hospedagem: UOL Host